Polícia Civil deflagra operação contra suspeitos de fraudes em Foz do Iguaçu

Um policial da ativa, um ex-policial e três escritórios de advocacia foram alvos dos mandados de busca. Imagem: Polícia Civil.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR), por meio da Divisão Estadual de Combate à Corrupção (Deccor), deflagrou, nas primeiras horas desta terça-feira (6), operação contra um grupo suspeito de falsificar carteiras de identidade para pessoas estrangeiras em Foz do Iguaçu.

Em nota divulgada à imprensa, a corporação informa que foram cumpridos cinco mandados de busca, sendo um na residência de um policial civil, outro na casa de um ex-policial e três em escritórios de advocacia.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Os nomes dos investigados não foram revelados, mas um deles, afastado das funções no início do ano, tinha vínculo com o Instituto de Identificação, órgão responsável pela emissão do RG (Registro Geral) no Paraná.

Durante o cumprimento dos mandados, duas pessoas foram autuadas por posse de armas de fogo sem registro. O material recolhido, que inclui documentos e equipamentos eletrônicos, será analisado pela equipe que está no caso há cerca de seis meses.

As suspeitas são de que o servidor estaria emitindo cédulas de identidade com conteúdo falso para estrangeiros que procuravam atendimento em Foz do Iguaçu, tendo um advogado como intermediário.

As diligências desta terça buscam apurar os crimes de falsificação de documento público e inserção de dados falsos em documentos públicos.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.