Servidor da Receita Federal de Foz é preso com quase R$ 100 mil em eletrônicos e informática

H2FOZ – Paulo Bogler 

Na madrugada deste sábado, 22, policiais militares das cidades de Marmeleiro e Renascença prenderam um casal pelo crime de descaminho, na PR-280. Com eles, num veículo Gol, cor prata, foram apreendidos equipamentos eletrônicos e de informática no valor aproximado de R$ 100 mil, conforme a assessoria de comunicação da Polícia Militar do Paraná (PMPR), da 5ª CRPM/21º BPM. 

A ação integrou a Operação Metrópolis. Segundo a polícia, o homem, de 57 anos, condutor do automóvel, identificou-se no momento da abordagem como sendo servidor da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Ele “estava ainda uniformizado e com crachá da instituição”, relatou a PM. 

A Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu emitiu nota confirmando as informações da PM e a vinculação funcional do homem preso ao órgão. “Informa também que o mesmo não estava em serviço e que as providências legais serão tomadas imediatamente”, asseverou a RF. 

Prisão 

O casal estava a caminho de Santa Catarina. Na fiscalização ao veículo, foram encontrados equipamentos eletrônicos e de informática, entre os quais celulares e roteadores.

De início, o servidor preso afirmou que o produto era decorrente de apreensões da Receita Federal, os quais seriam doados a uma instituição social. “Porém, quando solicitado um comprovante, informou que não portava nenhum documento”, discorreu a PM. 

O casal foi conduzido até a sede do 2º Pelotão de Marmeleiro, para o registro da ocorrência. No local, segundo informe policial, eles teriam confessado que “compraram os produtos no Paraguai para comercializá-los”.

As duas pessoas deverão responder pelo crime de descaminho. A investigação prossegue para averiguação e confirmação da procedência dos itens apreendidos.

(Com informações da Polícia Militar do Paraná) 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.