Jornalista cego conta a emoção de “ver” as Cataratas do Iguaçu

O jornalista revela que passou um dos melhores dias de sua vida ao perceber a leveza da água, com seus pingos, barulho e energia inigualável. Foto: Fernando Campos

“O som das águas bate fundo na alma e nos transporta a um lugar de gratidão e reflexão sobre o poder de Deus e a força da natureza”.

Fernando Campos visitou o Parque Nacional do Iguaçu e viveu momentos inesquecíveis ao sentir a brisa e escutar a música arrebatadora nas Cataratas do Iguaçu, maior conjunto de quedas d’água do mundo. Deficiente visual desde os 2 anos de idade, devido a um câncer de retina, o jornalista revela que passou um dos melhores dias de sua vida ao perceber a leveza da água, com seus pingos, barulho e energia inigualável.

“Esse passeio é uma delícia. Vocês podem ver pela minha cara, pareço uma criança de tanta empolgação. Só tenho uma coisa a dizer: venham! Não consigo descrever em palavras a emoção e as sensações vividas aqui. O som das águas bate fundo na alma e nos transporta a um lugar de gratidão e reflexão sobre o poder de Deus e a força da natureza, e de qual é o nosso papel em meio a tudo isso. É um passeio incrível, sensorial e acessível. Todo mundo precisa conhecer esse lugar.”

Fernando, com seu espírito desbravador, visitou a Usina de Itaipu, a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta, e se encantou com a origem do nome, a grandiosidade da obra e a sua importância para o Brasil e o Paraguai. “Feliz em conhecer a importância da usina e todo o trabalho que ela realiza. Fantástico. Recomendo a todos conhecerem.”

Fernando visitou a Usina de Itaipu. Foto: Fernando Campos

Com a promessa de um dia voltar a Foz do Iguaçu, Fernando diz que amou a cidade e sua vocação internacional. “É muito incrível estar próximo de outros países com a gente se aproximando do Marco das 3 Fronteiras. É muito gostoso estar neste local por todos os aspectos. É uma experiência muito sensorial de toda aquela atmosfera de pessoas, culturas e países.”

Fernando diz que amou a cidade

Inspiração – A experiência da viagem Fernando registrou em sua rede social, que ele também utiliza para inspirar pessoas. De forma leve, bem-humorada e crítica, o jornalista “empresta seus olhos” para seus seguidores, amigos e fãs olharem a vida com mais sutileza, especialmente para as coisas simples e importantes. “Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com o nosso pensamento. Com nossos pensamentos, construímos o nosso mundo.”

Jornalista promete de um dia voltar a Foz do Iguaçu

Vida em livro – Fernando é autor do livro “Enxergando além do Atlântico”, no qual narra, de maneira irreverente, o sentido da vida e os desafios de um deficiente visual do outro lado do mundo. Mesmo sem falar inglês na época, ele viajou para Londres para realizar um intercâmbio. Em sua obra, relata como é possível vencer os medos e os bloqueios e encarar a vida com organização, humor e muita garra. A redação da equipe Cataratas do Iguaçu indica a leitura do livro.

Mais informações:
https://fernandopcampos.com.br/
@nandopcampos

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 584 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria