Aduana argentina fará leilão de bebidas apreendidas na fronteira

Em modalidade eletrônica, pregão está marcado para o próximo dia 23, com destaque para os lotes com vinhos e espumantes.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Direção Nacional de Aduanas (DNA) da Argentina, unidade de Puerto Iguazú, promoverá, no próximo dia 23, ao meio-dia, um leilão eletrônico de bebidas alcoólicas apreendidas durante as operações de patrulhamento da fronteira com Foz do Iguaçu (Ponte Tancredo Neves e Rio Iguaçu) e Presidente Franco (Rio Paraná).

Leia também:
Operação Zéfiro mira o descaminho de vinhos argentinos na fronteira

De acordo com a Disposição n.º 190/2023, que leva a assinatura do administrador Eduardo Acevedo e foi publicada no Diário Oficial do país, serão vendidas mercadorias como vinhos e espumantes, no estado em que se encontram, em lotes que vão de P$ 60 mil (R$ 800 na cotação da fronteira) a P$ 700 mil (R$ 9,3 mil).

A plataforma escolhida para o leilão eletrônico é a do Banco Ciudad de Buenos Aires, no endereço https://subastas.bancociudad.com.ar/. Para participar (clique aqui para abrir o link direto), é preciso observar os termos e as condições previstos no edital do processo.

A relação de lotes pode ser conferida no Anexo I, disponível clicando aqui. Os requisitos para enviar lances e uma lista com respostas às perguntas frequentes podem ser lidos (em espanhol) aqui.

A apreensão de bebidas alcoólicas, em especial de vinhos, tem crescido nos últimos meses nas fronteiras da Argentina com o Brasil, em razão de fatores como a desvalorização do peso argentino. Em cidades como Puerto Iguazú e Bernardo de Irigoyen, o vinho é um dos produtos mais procurados pelos turistas no comércio local.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Carlos Diz

    Poderiam aprofundar mais a matéria. Dizendo o que precisa para participar etc.

Comentários estão fechados.