Foz do Iguaçu construirá três conjuntos de moradia para 500 famílias

Terrenos ficam na região do Morumbi e no Jardim São Roque; áreas foram liberadas pela Câmara.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Câmara de Vereadores aprovou projeto da prefeitura que libera áreas para a construção de três conjuntos habitacionais, que deverão beneficiar 516 famílias. O recurso previsto é de R$ 85,1 milhões, derivado do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), fonte federal.

LEIA TAMBÉM:
Editorial | Foz do Iguaçu reúne 95 nacionalidades, mostra recente retrato do cosmopolitismo
Saiba como fica o horário dos ônibus no fim de ano em Foz do Iguaçu
Câmara aprova texto final do orçamento para Foz do Iguaçu em 2024

Com a liberação dos terrenos, a gestão municipal registra que conseguirá atender aos prazos requeridos pelo programa federal. Duas construções de moradia serão na região do Morumbi, e, a terceira, no Jardim São Roque.

Foram aprovados:

  • Empreendimento Habitacional de Interesse Social Gal Costa: 196 unidades;
  • Conjunto habitacional Elis Regina: 160;
  • Conjunto habitacional Rita Lee: 160 unidades.

“Em agosto, cadastramos as propostas com os terrenos públicos e em novembro tivemos a confirmação pelo governo federal com essas 516 unidades habitacionais”, reportou o superintendente do Foztrans, Ian Vargas. Ele destaca que as pessoas serão contempladas conforme o grau de vulnerabilidade social.



Moradia

A previsão do município é contratar as empresas construtoras nos próximos meses, prevendo iniciar as obras no segundo semestre. Os investimentos devem seguir as regras da atual modelagem do programa Minha Casa, Minha Vida, que exigem:

  • proximidade dos centros urbanos e de equipamentos públicos;
  • melhorias nas especificações dos imóveis;
  • infraestrutura de qualidade.

(Com informações da Câmara Municipal e da prefeitura)

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.