Foz ocupa a 106ª posição em ranking de competitividade das 405 maiores cidades do país

Cidade está na 12ª posição no Paraná, entre 27 localidades, atrás de Toledo e Cascavel, que ficam na região. 

H2FOZ – Paulo Bogler

Elaborado com o objetivo de contribuir com políticas públicas para tornar as cidades mais competitivas, o Ranking de Competitividades dos Municípios 2020 coloca Foz do Iguaçu na 106ª posição, com a nota 51,77. O estudo reúne 405 localidades brasileiras com mais de 80 mil habitantes.

No Paraná, Foz do Iguaçu está na 12ª posição, entre 27 municípios, atrás das vizinhas Toledo (6ª) e Cascavel (7ª), localizadas na Região Oeste. No estado, a capital Curitiba encabeça o levantamento feito pela organização CLP – Centro de Liderança Pública, com o apoio de instituições.

Considerando somente os 62 municípios brasileiros com população entre 200 mil e 299.999 mil habitantes, Foz fica na 17ª colocação em competitividade. Esse recorte exclui, por exemplo, cidades médias paranaenses como Cascavel e Ponta Grossa, que superam 300 mil moradores.

As 405 cidades que integram o estudo reúnem 70% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e 60% da população. Essa é a primeira edição do ranking municipal, que é baseado nos levantamentos de recorte estadual, realizados há nove anos.

Na definição do CLP, competitividade é diferente de competição. “Governos mais competitivos são aqueles que buscam a melhoria da vida das pessoas com políticas públicas baseadas em evidências”, frisa. Conforme a entidade, o ranking pode ajudar prefeitos que iniciarão a gestão em 2021 a fazer o planejamento estratégico e definir políticas públicas prioritárias.

O estudo parte de 55 indicadores, distribuídos em 12 pilares temáticos “considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública das cidades brasileiras”, informa o CLP.

Essas áreas abrangem sustentabilidade fiscal, funcionamento da máquina pública, acesso à saúde, qualidade da saúde, acesso à educação e qualidade da educação. Incluem também segurança, saneamento e meio ambiente, inserção econômica, inovação e dinamismo econômico, capital humano e telecomunicações.

27 cidades do Paraná

Considerando apenas as 27 cidades paranaenses que constam no estudo, o desempenho de Foz do Iguaçu melhora com base no recorte “economia”, em que a posição sobe do 12º lugar para o 9º. Há piora, porém, quando os parâmetros são “instituições” e “sociedade”, com a cidade iguaçuense figurando na 15ª colocação em ambos.

Ranking de competitividade – Paraná

1 – Curitiba: 60,64 pontos
2 – Maringá: 57,23
3 – Pato Branco: 55,76
4 – Londrina: 55,65
5 – Francisco Beltrão: 54,95
6 – Toledo: 54,35
7 – Cascavel: 53,59
8 – Paranavaí: 53,00
9 – Umuarama: 52,46
10 – Apucarana: 52,15
11 – Ponta Grossa: 51,97
12 – Foz do Iguaçu: 51,77
13 – Cambé: 51,25
14 – Cianorte: 50,71
15 – Campo Mourão: 50,69
16 – Arapongas: 50,62
17 – Pinhais: 50,32
18 – São José dos Pinhais: 49,88
19 – Araucária: 49,43
20 – Guarapuava: 49,15
21 – Colombo: 47,90
22 – Paranaguá: 47,43
23 – Campo Largo: 46,98
24 – Fazenda Rio Grande: 45,71
25 – Sarandi: 43,09
26 – Almirante Tamandaré: 42,56
27 – Piraquara: 42,40

Clique aqui para acessar o estudo completo e outras variáveis.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.