Frota, pessoal, garagem e passagem: o que se sabe sobre o serviço de ônibus a partir de domingo

Transporte público passará a ser realizado pela empresa Santa Clara, por contrato emergencial - Foto: Marcos Labanca/Arquivo

Nova empresa passa a operar o transporte coletivo com o fim do contrato do município com o Consórcio Sorriso.

Neste domingo, 13, está programado o início da operação do transporte coletivo de Foz do Iguaçu pela empresa Santa Clara, contratada de forma emergencial pela prefeitura. A mudança decorre do decreto de extinção (caducidade) do contrato entre o município e o Consórcio Sorriso.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

A nova concessionária terá 12 meses para prestar o serviço, mediante contrato que supera R$ 47,5 milhões no período, fruto da receita da passagem, com remuneração mediante quilômestro quadrado. A administração tem autorização da Câmara de Vereadores para destinar mais R$ 6 milhões do orçamento municipal para o sistema.

A mudança acontece em meio a uma greve dos trabalhadores rodoviários, deflagrada nessa quinta-feira, 10. Os profissionais pedem o recebimento de valores salariais retroativos e garantia de emprego na nova empresa que passa a prestar o serviço público.

Diante das dúvidas e expectativas de passageiros, o H2FOZ reuniu as principais informações sobre a forma de funcionamento dos serviços pela nova empresa. Os dados foram repassados pela assessoria de comunicação da Santa Clara.

Vale lembrar que neste primeiro momento a prefeitura declarou que não fará mudanças nas linhas e horários, e não haverá alteração no valor da passagem. Os créditos do Cartão Único não irão valer para o uso dos ônibus da nova empresa e ainda não está definida a forma de integração do sistema (para que a pessoa não precise pagar duas passagens).

Funcionamento do transporte coletivo (*)

Ônibus disponíveis neste domingo, 13
18 veículos, conforme programação horária disponível no site do Foztrans.

Circulação integral da frota de 66 veículos
A partir de segunda-feira, 14, na operação de dias úteis. A partir de avaliação nos próximos 15 dias, a frota poderá ser ampliada.

Idade média dos 66 ônibus
Foi atendido ao requisito de idade média exigido pela prefeitura de seis anos e vida útil de 12 anos, segundo a empresa. De acordo com ela, a frota de veículos segue padrões de construção da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e acessibilidade.

Admissão de pessoal
Em fase de contratação.

Cobradores nos ônibus
Não haverá. O termo de referência não previa esse profissional e, segundo a empresa, “Foz do Iguaçu não opera com cobradores há anos”.

Pagamento da passagem
Somente em dinheiro até a disponibilidade de compra de créditos eletrônicos. “O sistema está em fase de implantação, e estimamos estar em funcionamento já na semana que vem”, expõe a assessoria da empresa.

Prazo para funcionar a bilhetagem eletrônica
Validadores serão implantados e ajustados para a operação ao longo da semana.

Garagem operacional da empresa
A Santa Clara informou que está avaliando, entre algumas opções. O atendimento ao público está sendo preparado para ocorrer no Terminal de Transporte Urbano (TTU).

Ônibus com ar-condicionado
20

Veículos com Wi-Fi
66

* Fonte: Empresa Santa Clara.

Live do Foztrans

O Foztrans irá realizar uma transmissão ao vivo para esclarecer “dúvidas sobre o novo transporte coletivo de Foz do Iguaçu”. A live será nesta sexta-feira, 11, a partir das 19h, pelo canal da autarquia no Facebook, em facebook.com/Foztrans.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.