Obras de revitalização do Gramadão da Vila A começaram já nesta quinta-feira

As primeiras atividades da obra de revitalização do Gramadão de Itaipu, na Vila A, começaram já nesta quinta-feira (22), com a chegada dos tapumes de metal que vão cercar todo o local.

A ordem de serviço que autoriza o início das obras foi assinada pela manhã, no próprio espaço, pelo diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, e pelo diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell.

Para o início das obras, serão fechadas as entradas do Gramadão pela Avenida Silvio Américo Sasdelli e pela Rua Perdigão. A Rua Guará, em frente ao Corpo de Bombeiros, dará acesso ao canteiro.

Durante a reforma, que tem duração prevista de dez meses, o espaço ficará fechado para uso recreativo. A entrega deve acontecer em meados de agosto de 2021.

“Assumimos o compromisso de entregar essas melhorias para a nossa gente. É uma contrapartida possível com a realocação de recursos que vieram das economias feitas durante um ano e oito meses de gestão”, explica o general Silva e Luna.

E complementa: “Esse lugar é abençoado pela natureza, com um belo pôr do sol, um local onde as famílias se reúnem e passam momentos maravilhosos. Daqui a 10 meses, quando a lógica do ‘fique em casa’ já estiver superada, as pessoas poderão voltar a se reunir aqui com ainda mais segurança”.

Segundo o general Luiz Felipe Carbonell, o objetivo é fazer a obra da forma mais rápida possível. “Uma das formas para que isso aconteça é com o isolamento total da área. Todo o planejamento foi feito para que a gente entregue o Gramadão completo rapidamente”, explica.

“Esta reforma vai permitir que Itaipu abrace a comunidade, que abraçou a empresa desde que chegou à cidade”, diz Silva e Luna.

Previsão é que as obras estejam concluídas em dez meses. Foto Sara Cheida

Parque de lazer

Com as obras, a expectativa é transformar o Gramadão num grande parque de lazer para a população de Foz do Iguaçu, respeitando o relevo e as características do local.

O Gramadão tem 31 mil metros quadrados de área e a reforma receberá investimento de R$ 3,9 milhões, recurso da margem brasileira da Itaipu Binacional.

A obra atende ao pedido das assessorias de Comunicação Social e de Turismo da Itaipu. A gestão será feita pela Diretoria de Coordenação da empresa. A execução será da Puel Engenharia, de Florianópolis (SC), vencedora da licitação.

A revitalização na arquitetura e no paisagismo do Gramadão é a maior desde o final dos anos de 1990, quando ali foi promovido o primeiro Natal de Foz. Serão privilegiados a arborização e os espaços de convivência, respeitando o aspecto natural de relevo do terreno e do gramado.

Início das obras

Após o cercamento da região, a primeira etapa das obras será de escavações, abertura de valas e criação de drenos e canteiros para reformar por completo o sistema de drenagem do espaço.

O projeto paisagístico e arquitetônico leva em conta o terreno amplo e a topografia e acrescenta novos usos para o espaço, com a criação de uma área sombreada e a colocação de uma arquibancada de concreto para as pessoas sentarem e curtirem o local.

Na extensão da Rua Guará até a Avenida Paraná, atrás do Centro Executivo, será construído um calçadão arborizado com barraquinhas de comida, hoje instaladas na Avenida Silvio Américo Sasdelli. Com melhor iluminação e segurança, este espaço será uma nova entrada do Gramadão, com acesso direto ao parquinho.

A revitalização também contempla nova iluminação, embelezamento do local, arborização, sinalização, criação de rampas e adaptação da Concha Acústica para diferentes tipos de espetáculos, com elevação do nível abaixo do palco, diminuindo a distância do público nas apresentações. O parquinho para as crianças terá mais opções de diversão.

O projeto ainda prevê melhorias no mobiliário urbano, ordenamento e adequação das barraquinhas de comidas. O modelo de concessão de uso do espaço ainda está sendo definido e será divulgado futuramente.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.