Blog pelo Paraná – Mais carentes, Custeio exclusivo, Crise, Pensão, Auxílio emergencial, Exame da ordem e Use máscaras.

Prioridade
O governador Ratinho Junior diz que a prioridade, neste momento, é enfrentar a pandemia do coronavírus. Foi uma resposta à carta assinada por 20 governadores – ele não assinou – em defesa dos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM). “Neste momento, a prioridade é enfrentar da melhor maneira esta pandemia, que tem desafiado a todos a buscar medidas que minimizem os impactos na saúde e na economia”.

Mais carentes
A obrigação dos gestores, segundo o governador, é dar suporte ao povo brasileiro, especialmente às classes mais carentes. “O Paraná não tem tempo a perder com discussões políticas”, disse. “Juntos entramos nesta crise. Juntos dela sairemos. O momento é de união”, completou.  

Custeio exclusivo
O deputado Fernando Giacobo (PL) destaca a aprovação de recursos para custeio de ações e serviços relacionados à covid-19. “São R$ 3,9 bilhões ao Ministério da Saúde para o enfrentamento à pandemia do coronavírus. As cidades paranaenses serão atendidos”.

Crise
Estudo do Dieese mostra que acordos coletivos para permitir a adoção de medidas contra demissões pela crise econômica da pandemia do coronavírus já chegaram a 2,4 milhões de trabalhadores.

Crise II
Com milhões de negociações diretas entre empresas e empregados a expectativa do governo é de que esse número aumente. Segundo sindicatos patronais, só não está maior porque o sistema criado pelo governo registra instabilidade no decorrer do dia e chegue a 24,5 milhões de trabalhadores formais. O número representa 73% de toda a mão de obra com carteira assinada no Brasil.

Pensão
O  deputado Luciano Ducci (PSB), junto com outros sete deputados do PSB, projeto de lei que assegura o direito à pensão por morte para os dependentes dos trabalhadores que atuam em atividades essenciais como o atendimento à covid-19. A pensão corresponderá a 100% da média dos maiores salários de contribuição, correspondentes a 80% do período contributivo.

Sem revalida
Luciano Ducci, que é médico, apresentou projeto de lei que propõe o registro temporário de médicos brasileiros formados no exterior. Governadores encaminharam pedido ao Ministério da Saúde para que aceite que os médicos brasileiros formados em universidades estrangeiras possam atuar no enfrentamento à pandemia. “Estima-se cerca de 15 mil médicos nessa situação, devido à suspensão do exame revalida”.

Testes rápidos
A Secretaria Estadual de Saúde entregou 1.500 testes rápidos à prefeitura de Cascavel que serão utilizados para diagnóstico da covid-19. A prefeitura está comprando mais três mil testes rápidos, R$ 80 cada, que podem chegar nesta semana.

Auxílio emergencial
Moradores de todas as regiões do Paraná relatam o desespero na espera de aprovação do pedido de auxílio emergencial anunciado pelo governo federal. A prefeitura de Foz do Iguaçu diz que 32 mil famílias estão inseridas no cadastro único. Em Cascavel, são 37 mil famílias, Francisco Beltrão, são 8,4 mil inscritas. São microempreendedores, trabalhadores autônomos e desempregados que alegam não receberem informações e sequer aprovação para receber o auxílio.

Auxílio II
Segundo o estudo do Instituto Locomotiva, 5,5 milhões de informais correm risco de perder ajuda de R$ 600. Esse é o número de brasileiros que têm direito ao auxílio emergencial, mas não estão no cadastro único, não têm conta em banco nem acesso à internet; fazer o dinheiro chegar é desafio.

Exame da ordem
Universidades estaduais do Paraná, UEM e Uenp, estão entre as dez instituições de ensino superior brasileiras que mais aprovam no exame da OAB. 

Cloroquina  
O secretário Beto Preto (Saúde) informou que no próximos dias devem chegar mais 27 mil comprimidos de cloroquina para todas as regionais. “Como ainda não temos tratamento específico e eficaz até o momento, o Ministério da Saúde considerou a utilização da cloroquina em caráter temporário, de acordo com critério da equipe médica dos hospitais”.

Antirretrovirais   
São vários medicamentos em teste no mundo e no Brasil para o tratamento da infecção por coronavírus. “Vários antirretrovirais da família dos medicamentos usados para o tratamento de equilíbrio do coquetel anti-HIV estão sendo pesquisados. Foi assim com a gripe H1N1, que resultou na indicação do Tamiflu”, disse Beto Preto. “No caso do coronavírus, vai existir um tratamento mais pacificado e aceito por todos”, ressaltou.

Use máscaras
Projeto de lei dos deputados Luiz Claudio Romanelli (PSB), Alexandre Curi (PSB) e Tercílio Turini (CDN) apresentaram projeto de lei que prevê o uso obrigatório de máscara em todas as cidades do Paraná. Os deputados Douglas Fabrício (CDN) e Michele Caputo (PSDB) também propuseram projetos semelhantes.

Redação ADI-PR Curitiba  
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.