Blog pelo Paraná – Novas missões, Contas excluídas, Transparência, Única solução, Rodízio de circulação, Protocolo de prevenção e Lava Jato

Novas missões
O novo secretário de Administração e Previdência, deputado Marcel Micheletto (PL), recebeu como missão do governador Ratinho Júnior desburocratizar e buscar a excelência no Estado. Marcel está trabalhando dia e noite com o corpo técnico da pasta para implementar seu método de trabalho e atender as determinações do governador. “É um trabalho árduo e muito importante para bem servir a população paranaense. Dedicação não faltará para evoluirmos conjuntamente”, disse Marcel. 

Marcel e Guto
Micheletto se reuniu nesta semana com o chefe da Casa Civil, Guto Silva, para o início dos trabalhos. “O Marcel desempenha um trabalho de destaque defendendo com muita determinação as questões relacionadas ao Oeste. E continuará a defender mesmo como secretário. Agora a missão dele é redobrada defendendo a sua região e tocando uma secretária de grande importância”, ressaltou Guto Silva. Micheletto, foi prefeito de Assis Chateaubriand, presidente da Associação dos Municípios do Paraná e vice-presidente da Confederação Nacional do Municípios.

Contas excluídas
O líder do PSL na Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL), afirmou que a rede de fake news “nada tem a ver com o' partido. “Até o momento não sei qual o fundamento que o facebook utilizou para excluir as contas, mas isso não tem nada a ver com o nosso partido”, disse. Segundo o  presidente do PSL em São Paulo, deputado Júnior Bozzella, “os nomes citados, já se afastaram do PSL há alguns meses com a intenção de criar um outro partido, inclusive, alguns deles foram suspensos por infidelidade pardária”.

Procurando…
Ainda em busca de um ministro da Educação, o governo Jair Bolsonaro acumula indicações para a pasta. Os evangélicos, entraram na fila para emplacar o novo ministro. Três nomes foram colocados: o pastor Milton Ribeiro, ex-vice-reitor do Mackenzie (SP), o professor da Universidade de Brasília, Ricardo Caldas; e o reitor do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, Anderson Correia.

Transparência
O deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) reforçou a importância da ampliação da transparência nos contratos emergenciais realizados em meio a pandemia.“O levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado apontou que foram constatados problemas em contratos com dispensa de licitação em ao menos 102 cidades. Isso comprova a importância do projeto que prevê a ampliação da transparência nos contratos emergenciais celebrados durante a pandemia por prefeituras e pelo Estado”.

Única solução
O governador Ratinho Júnior (PSD) reforçou  a importância do isolamento social devido o avanço do coronavírus no Estado. Segundo ele, mesmo com a quarentena mais restritiva, o índice de isolamento atual é de 40%. O ideal seria de pelo menos 50%. “Por enquanto, o isolamento é o grande remédio que temos. Isso difícil, é duro, mas enquanto não tiver uma vacina que resolva o problema do vírus, vamos ter que conviver com o isolamento”.

Rodízio de circulação
O presidente da Associação Comercial do Paraná, Camilo Turmina, fez uma nova proposta para combater o avanço da covid-19. Turmina propõe adotar em Curitiba uma espécie de rodízio na circulação de pessoas, definido por data de nascimento em dias pares e ímpares, permitindo que todos os setores da economia funcionem, embora com capacidade reduzida a 50%. O empresário afirma que se continuarmos da forma que está, fechando só os pequenos negócios, todos vão falir.

Hospital da Criança
O Estado garantiu mais R$ 10 milhões para a continuidade das obras do Hospital da Criança de Maringá. Com este repasse, chega a R$ 41 milhões o montante repassado. Serão atendidas 21 especialidades no hospital que terá também um centro de pesquisa. Com o funcionamento da unidade de saúde, será reduzido o deslocamento de pacientes à região até Curitiba. A estimativa é atender os moradores de habitantes de 115 cidades.

Protocolo de prevenção
O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) confirmou que Ponta Grossa vai adotar um protocolo de prevenção à covid-19. “Autorizei a compra e distribuição de Ivermectina. O comitê formado por médicos infectologistas está elaborando o protocolo com a segurança clínica para a distribuição. Nossa preocupação é salvar vidas”, disse.

Bem avaliado
Pesquisa do Instituto Multicultural mostra a avaliação quanto ao desempenho da prefeitura de Londrina frente à pandemia do coronavírus. Os londrinenses avaliam positivamente o enfrentamento à covid: 70% consideram como boa e ótima a gestão do prefeito Marcelo Belinati (PP) no combate ao coronavírus.

Reunião pendente
O deputado Tiago Amaral (PSB) reforçou a importância de uma reunião entre o governador, prefeito e os secretários de saúde do Município e do Estado para resolver a flexibilização da quarentena em Londrina. “Os gestores da cidade de Londrina e do Estado devem fazer uma reunião, para a solução do problema de medidas alternativas, de flexibilização da quarentena, não esperar resposta de recurso para que isso aconteça”, disse.

Lindeiros
No dia 13 de março, o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu completou 30 anos. Para comemorar a trajetória, está sendo elaborado um livro que abordará os principais fatos, iniciativas, programas, projetos e convênios preponderantes para os lindeiros e para região Oest. O material, em forma de e-book, deve ficar pronto até o final de 2020. São 16 municípios que compõe o conselho.

Lava Jato
O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, determinou que a força-tarefa da Lava Jato compartilhe todo o acervo de seis anos de operação com a Procuradoria-Geral da República. A decisão é uma derrota para a equipe do procurador Deltan Dallagnol, que se recusou a remeter dados sigilosos à equipe do chefe da PGR, Augusto Aras, em maio. O acesso ao imenso banco de dados da operação é o motivo do embate. A troca de acusações deve se arrastar até setembro, quando Aras vai decidir se prorroga ou encerra os trabalhos da força-tarefa.

Falta pouco
A corrida para encontrar um antídoto contra a covid-19 segue a todo vapor e o Brasil está diretamente envolvido nos testes de dois fortes candidatos: a vacina de Oxford e a aposta chinesa. Os testes já começaram, serão cerca de 14 mil voluntários ligados à área da saúde. Se tudo der certo, um imunizante – britânico, chinês ou de outro país – pode despontar até o fim deste ano.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br

 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.