Blog pelo Paraná – Tarifas de pedágio, Transporte sustentável, Concurso PF, Vacinas disponíveis e ‘Tchau Querida’

Fase de estudos
O secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, declarou que não há absolutamente nenhuma verdade no que tem sido divulgado nos últimos dias sobre tarifas e praças de pedágio no Paraná. O secretário afirma que há estudos indicando a instalação de algumas praças de pedágio no Paraná, mas nada foi decidido. “São apenas pesquisas e análises. O governo vai privilegiar, primeiramente o Norte e o Norte Pioneiro, serão cerca de 352 quilômetros no lote. Evidentemente que as praças terão tarifas mais baratas, 40% ou até 65% menores”, disse Alex.

Audiências públicas
A partir do dia dois de fevereiro iniciarão as audiências públicas no Paraná. Nos próximos dias serão definidas as datas, se acontecerão remotamente ou presenciais. “As concessões terminarão em novembro deste ano, quando todos os contratos cessarem haverá novas licitações, verdadeiros leilões com lances inclusive internacionais, por meio da Bovespa. Estaremos atentos a tudo que for apresentado durante as audiências, a todas as propostas e sugestões da população”, afirma Sandro Alex.

Tarifas de pedágio
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) suspendeu o aumento de 7,6% das tarifas da Ecocataratas que explora cinco praças de pedágio na BR-277, entre Foz do Iguaçu e Guarapuava.O tribunal também negou também liminar solicitada pela Rodonorte para aplicar o reajuste anual das tarifas em sete praças de pedágio, cinco ficam em trechos das BR-376 e BR-277 e duas na PR-151.

Há fundamento!?
O deputado federal Diego Garcia (Podemos), é contra a abertura de um processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro. O parlamentar disse que não há fundamento algum para isso. Garcia já foi vice-líder do governo na Câmara dos Deputados. Garcia afirma que “nenhum crime na pandemia foi cometido pelo governo federal! O presidente não pode ser responsabilizado pela má gestão, incompetência e corrupção de alguns governadores, prefeitos e secretários!”.

Diretoria Faciap
Tomaram posse nesta semana o presidente Fernando Moraes e toda nova Diretoria da Faciap, que ficará à frente da entidade nos próximos dois anos (gestão 2021-2022). O evento contou com a participação remota do vice-governador Darci Piana e diversos líderes empresariais. “Lutaremos por investimentos transformadores, pela cultura de inovação, pela geração de mais empregos formais e pela infraestrutura necessária para melhorar a competitividade de quem produz nesta terra abençoada”, destaca Fernando.

Prêmio Faciap
A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná realizou a entrega do 1º Prêmio Faciap de Jornalismo aos vencedores nas cinco categorias: Impresso, Rádio, Televisão, Internet e Sistema Faciap. Foram 16 vencedores do prêmio, os primeiros colocados receberam troféus e voucher. No site da Faciap está a lista completa dos vencedores, nas respectivas categorias, https://site.faciap.org.br/.

Transporte sustentável
O prefeito Leonaldo Paranhos se reuniu com o diretor de negócios da empresa chinesa BYD (Build Your Dreams), Alexandre Liu. A empresa, fabricante de veículos elétricos com zero emissão de poluentes, nesta segunda reunião busca alinhar as tratativas sobre a modernização do transporte público de Cascavel. “O contrato de operação do transporte coletivo de Cascavel está previsto para vencer em novembro deste ano, a cidade também busca alternativas mais eficientes e modernas”, completou Paranhos.

Concurso PF
Abertas as inscrições para o concurso Polícia Federal (PF), com 1.500 vagas estão divididas entre os cargos de delegado, agente, escrivão e papiloscopista. As provas dessa seleção estão pré-agendadas para o dia 21 de março deste ano. O concurso PF vinha sendo ventilado desde o começo do ano de 2020, mesmo com o último edital tendo sido publicado recentemente. Além das 1.500 vagas imediatas, acredita-se que outras 500 podem surgir em 2020.

Enem fase II
A aplicação da prova da 2º do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será aplicada neste domingo, 24. A fundação contratada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) está orientando os candidatos que não conseguiram fazer a prova da 1º fase que façam a prova deste domingo. Muitos alunos não conseguiram ter acesso às provas devido a determinação de ocupação de até 50% da capacidade das salas de aula. Segundo o Inep, esses alunos terão a oportunidade de agendar novo exame para fevereiro.

Vacinas disponíveis
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que os dois milhões de doses da vacina de Oxford/Astrazeneca importados da Índia estarão prontos para distribuição neste sábado, 23, à tarde. Caberá ao Ministério da Saúde realizar a distribuição, o que deve ocorrer entre sábado e domingo, segundo a Fiocruz.

Nº de vacinados
Consórcio de veículos de imprensa passa a divulgar número de vacinados contra a covid-19 no Brasil. Apenas cinco Estados e o Distrito Federal divulgaram informações, contabilizando 109.097 pessoas vacinadas até as 20h desta quinta-feira. O governo não divulgou quais são os Estados. O número de vacinados até agora equivale a cerca de 0,05% da população, ou 0,07% dos maiores de idade. As doses aplicadas representam cerca de 1,8% das quase 6 milhões de doses distribuídas até o momento. Têm prioridade na imunização profissionais de saúde, idosos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas.

Medo do vírus
Levantamento nacional do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 78,7% dos entrevistados disseram estar mais preocupados com a própria saúde e a da família do que com questões financeiras. Depois do aumento de casos, no início deste ano, e a crise sanitária acometida em Manaus o medo do vírus parece ter voltado a bater nos brasileiros.

Pedido negado
O ministro do STF Ricardo Lewandowski negou um pedido feito pela Rede para afastar Eduardo Pazuello da chefia do Ministério da Saúde, em razão da grave crise por falta de oxigênio no Amazonas. Segundo Lewandowski, “compete privativamente ao presidente nomear e exonerar os ministros de estado, falecendo autoridade ao STF para fazê-lo”. O partido argumentou a ocorrência de grave violação aos direitos humanos.

‘Tchau Querida’
O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, condenado a 14 anos e 6 meses de cadeia e atualmente em prisão domiciliar, deve lançar em abril o seu livro Tchau Querida, o Diário do Impeachment. Nos cinquenta capítulos e 740 páginas, o livro aborda o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, a posição militante de Michel Temer nesse processo, e ainda decisões do STF e brigas jurídicas com o PT.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.