De chafariz a Jardim Suspenso do Mitre

Por Alexandre Palmar

O chafariz da Praça do Mitre ganhou nova utilidade. Sem funcionar há meses, a fonte virou uma espécie de jardim suspenso. As primeiras plantinhas começam a brotar na mistura de terra arenosa existente no espaço em círculo onde deveria jorrar água. O verde já provoca um belo contraste com o azul.

É o milagre da natureza provocado pela ação do vento ou dos pássaros ou seria uma brincadeira do homem com o descaso do poder público? Brincadeira à parte, está mais para um triste capítulo da praça do Colégio Estadual Bartolomeu Mitre. Um espaço democrático e popular por anos, porém hoje desconfigurado pelas mãos de agentes públicos. 

Lembra ou não lembra os Jardins Suspensos da Babilônia? – Foto: Marcos Labanca

Mas o Jardim Suspenso do Mitre parece estar com os dias contados. No dia 4 deste mês, a Prefeitura de Foz fechou um quarto termo aditivo com a empresa Justi & Maian Ltda., “em virtude da necessidade de inclusão do serviço de manutenção preventiva e corretiva no chafariz da Praça da Paz e Praça do Mitre”. 

A empresa já é contratada para prestação de serviços e manutenção corretiva e preventiva dos trocadores de calor, motor elétricos, motobombas, entre outros serviços, nos centros escolas-bairros, Centro de Convivência Buba, Centro da Juventude e Complexo Esportivo Costa Cavalcanti.

Conforme o aditivo, a firma receberá um adicional R$ 2,5 mil por mês pelo novo serviço (ou total de R$ 30 mil por ano pelo trabalho extra). Segundo o documento publicado no Diário Oficial do Município na sexta-feira, 18, o contrato encerrará em 25 de maio de 2020 (clique aqui).  É a babilônia em movimento.

Vegetação parece estar com os dias contados – Foto: Marcos Labanca

 

ADITIVO CHAFARIZ publicado no Diário Oficial do Munícipio

 

Alexandre Palmar

Repórter e Editor do H2FOZ e-mail: [email protected] Mais por Alexandre Palmar

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.