Em muitos casos, as más condições de conservação e o total de área construída acabaram deixados em segundo plano na hora de “bater o martelo” - Foto: Marcos Labanca

Leilão da Itaipu Binacional com ágio de até 74% acende alerta para venda de casas ocupadas

O debate gira em torno do formato utilizado para a venda, que resultou no arremate com aumento médio de 40% sobre o valor inicial da avaliação.

Ler mais
As casas ocupadas não serão vendidas em curto prazo e todo o processo será feito de forma justa e em conformidade com a lei, diz Itaipu - Foto: Foto: Alexandre Marchetti / IB

Itaipu afirma que alienação por leilão segue os princípios da boa administração pública

Usina diz que desmobilização dos ativos ocorrerá por meio de um processo ágil, justo e sem priorizar o retorno financeiro.

Ler mais