Anúncio do CapacitaFoz convida os candidatos a lerem a descrição no site do Polo Iguassu. Imagem: divulgação.

Inscrições para o Programa Capacita Foz abrem nessa segunda-feira (9)

Projeto da Itaipu Binacional e Polo Iguassu vai capacitar 2.250 profissionais, que receberão bolsa de estudos de R$ 550 por mês.

Começam nesta segunda-feira (9) as inscrições para o Capacita Foz, projeto de capacitação para os profissionais ligados direta e indiretamente com o turismo de Foz do Iguaçu. A iniciativa é promovida pela Itaipu Binacional, por meio de convênio com o Instituto Polo Internacional Iguassu.

O projeto tem o objetivo de capacitar, no total, 2.250 profissionais da cidade. Nesta primeira etapa, serão 755 vagas, distribuídas em 15 cursos de capacitação para os diversos setores da economia. Os profissionais receberão uma bolsa de estudos de R$ 550 ao longo dos três meses de duração do curso.

Os editais completos e específicos para cada capacitação e com todas as informações estão disponíveis no site do Polo Iguassu (poloiguassu.org). As inscrições devem ser realizadas até as 22h do dia 13 de agosto. As primeiras turmas estão previstas para iniciar no dia 16 deste mês.

As capacitações terão duração de três meses com aulas semanais. A bolsa de estudos é vinculada à frequência de pelo menos 75% no curso e à resposta às pesquisas de qualidade no final da capacitação.

O critério de seleção considerará a ordem de prendimento da ficha de inscrição. Os interessados também deverão atender alguns requisitos, como não possuir vínculo empregatício nem estar recebendo benefício previdenciário ou assistencial, com exceção do Bolsa Família e Auxílio Emergencial, ou possuir renda familiar acima de dois salários-mínimos.

Esta será a primeira fase do Capacita Foz, com o treinamento dos profissionais. Num segundo momento, o Instituto Polo Iguassu vai criar uma plataforma integrada de capacitações, divulgação e oferta de serviços desses profissionais. Numa terceira etapa, a vitrine on-line servirá como um canal de contato entre empresas e profissionais autônomos.

De cada quatro empregos em Foz, um é ligado ao turismo. Durante anos, a oferta de empregos gerada nos setores de serviço e comércio da cidade abriam vagas, mas havia falta de mão de obra qualificada. O Capacita Foz tem como desafio mudar essa realidade ajudando na retomada econômica da cidade.

Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, a empresa tem orgulho de participar de uma iniciativa como essa, que está totalmente em consonância com sua missão de investir no desenvolvimento regional sustentável. “Sabemos que são recursos bem empregados, pois estamos investindo na nossa gente, dando trabalho e dignidade”, afirmou.

General Ferreira e Fernanda Fedrigo na assinatura do convênio, no mês de julho. Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Cursos

Os primeiros cursos foram pensados a partir dos resultados da pesquisa de demanda realizada pelo Polo Iguassu nas últimas semanas e de conversas com empresários, instituições e parceiros para entender a realidade de cada segmento a ser contemplado.

Dentre os cursos disponíveis estão: Técnicas para Camareira de Meios de Hospedagem, Qualidade no Atendimento ao Cliente, Técnicas em Recepção de Meios de Hospedagem, Comunicação Assertiva aplicada a Vendas, Organização e Planejamento do Receptivo Turístico, Gestão de Pequenos Negócios em Comércio e Serviços, Gestão de Pessoas em Serviços de Alimentos e Bebidas, Motoristas de Aplicativo, Taxistas, Guias de Turismo, Eventos e Produtor Cultural. Parceiro do projeto, o Senac Foz do Iguaçu irá ofertar 8 destes cursos, atingindo o público de 250 pessoas.

Iniciativa de sucesso

O Capacita Foz partiu do sucesso do projeto Capacita Guias, que capacitou de forma remota 225 guias de turismo da cidade no último ano. O programa teve como objetivo contribuir com os trabalhadores do turismo mais afetados pela crise da covid-19.

Os participantes com 75% de frequência no curso recebem uma bolsa-auxílio de R$ 450 mensais ao longo de todo o curso, que teve duração de três meses. Nos encontros, foram abordadas novas formas de apresentar os atrativos turísticos de Foz, os cuidados necessários para a retomada no contexto de pandemia e ainda temas relativos ao desenvolvimento pessoal e profissional dos participantes.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ. OUÇA AGORA

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 543 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria