Homenagem a Ana Sátila foi no Canal de Itaipu, seu principal local de treino. Imagem: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional.

Canoísta Ana Sátila é recebida com festa em Foz do Iguaçu

Primeira brasileira a disputar uma final olímpica na canoagem slalom, Ana Sátila, 25, moradora de Foz do Iguaçu, foi recebida com festa e homenagem nessa segunda-feira (9). Em Tóquio, a atleta representou o Brasil em duas modalidades, terminando em 13º lugar no K1 (caiaque) e na 10ª posição do C1 (canoa), no qual ficou entre as finalistas.

A recepção festiva ocorreu em um de seus locais de treino, o Canal de Itaipu. Participaram do ato diretores da Itaipu Binacional, representantes da Prefeitura de Foz do Iguaçu, da Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan) e do Instituto Meninos do Lago (Imel), entidade que se destaca na formação e qualificação de jovens esportistas.

João Francisco Ferreira, diretor-geral brasileiro da Itaipu, destacou a relevância da inédita final alcançada em Tóquio e a importância do investimento da empresa no esporte. “É um investimento que vale a pena principalmente pelos resultados que proporciona, porque mais do que formar atletas forma cidadãos”, disse.

Imagem: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional.

A canoísta, que foi convidada a plantar uma árvore (cerejeira) às margens do Canal de Itaipu, como reconhecimento à sua trajetória esportiva, avaliou que poderia ter ido ainda mais longe na Olimpíada.

“Não foi uma preparação fácil, por conta da pandemia”, recordou Sátila. “Poderia ter ido muito além e conquistado uma medalha, mas nem sempre a gente consegue colocar naquele minuto tudo o que a gente precisa. Voltei para casa com vontade de treinar mais ainda para representar o Brasil em Paris, em 2024.”

Marcaram presença no evento no Canal de Itaipu integrantes das equipes do Instituto Meninos do Lago, da canoagem paralímpica e do time de remadoras rosas, do qual fazem parte mulheres que venceram ou estão em tratamento do câncer de mama e foram submetidas à mastectomia (retirada das mamas).

Imagem: Rubens Fraulini / Itaipu Binacional.

Foz do Iguaçu é o principal polo de canoagem slalom em território brasileiro, com os atletas do Imel dominando o ranking da Confederação Brasileira ao longo dos últimos dez anos. O projeto, que conta com recursos de Itaipu, atende hoje cerca de 400 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ. OUÇA AGORA

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ tem 121 posts e contando. Ver todos os posts de Guilherme Wojciechowski - H2FOZ