Argentinos fazem simulação de resgate nas Cataratas do Iguaçu

Exercício promovido pela empresa que opera os passeios náuticos teve a participação de socorristas e militares.

Apoie! Siga-nos no Google News

Quem visitou as Cataratas do Iguaçu nessa segunda-feira (26) pôde ver, em vários momentos, uma intensa movimentação de embarcações no lado argentino, nas proximidades do Salto San Martín. O motivo foi a simulação de um resgate de pessoas, promovido pela empresa Iguazú Jungle, que explora o passeio náutico Gran Aventura.

Leia também:
Ingresso para o lado argentino das Cataratas terá reajuste em janeiro

De acordo com a operadora, “essas práticas são feitas periodicamente para assegurar um rápido e correto acionamento em caso de uma emergência nas águas rápidas do Rio Iguaçu Inferior [abaixo das Cataratas do Iguaçu]”.

Equipe participante da simulação de resgate. Imagem: Gentileza/Iguazú Jungle

Durante a manobra, foram usados bonecos para simular situações como a queda de uma pessoa em meio à correnteza das Cataratas. O exercício contou com o apoio de militares da Prefeitura Naval Argentina, funcionários do Parque Nacional Iguazú e médicos e enfermeiros do Hospital Marta Schwarz, o principal de Puerto Iguazú.

No último mês de outubro, um turista canadense perdeu a vida ao cair (ou saltar, conforme relatos divergentes de testemunhas) em um local próximo ao da simulação dessa segunda-feira. O corpo foi encontrado apenas dias mais tarde, no lado brasileiro do Rio Iguaçu, já nos arredores do Marco das Três Fronteiras.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.