Assunção recebe o primeiro “voo burbuja” de Montevidéu, Uruguai

Autorizados pelo Conselho de Defesa Nacional do Paraguai, uruguaios desembarcam em Assunção, sob rigoroso protocolo sanitário.(Foto: Agência IP)

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

Nesta segunda-feira, 14, o aeroporto internacional Silvio Pettirossi recebeu o primeiro “voo burbuja”, uma opção de conectividade aérea específica para negócios ou assuntos específicos, mas não para turismo.

Estes voos ligando as duas capitais, Assunção e Montevidéu, serão semanais. Já há 25 pessoas autorizadas a fazer o voo de retorno ao Uruguai.

Para viajar, é preciso obedecer a rigorosos protocolos sanitários, inclusive fazer o teste de covid-19 de no máximo 72 horas antes.

Ao chegar a Assunção, os estrangeiros não-residentes devem ficar até sete dias em “hotéis saúde” e apresentar ao Ministério de Saúde Pública uma agenda de atividades que manterão no país. Se forem ficar mais de sete dias, terão que fazer novo teste de covid-19.

Para os viajantes paraguaios, haverá também sete dias de internamento em hotéis saúde. Depois de um novo teste para o vírus, terão liberdade para circular.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1143 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.