Brasileiros lideram lista de turistas estrangeiros na Argentina

Caminito, um dos locais mais visitados por turistas brasileiros em Buenos Aires. Imagem: Guilherme Wojciechowski
Siga a gente no

Números do primeiro quadrimestre colocam Brasil, Uruguai e Estados Unidos no topo dos países emissores.

O Ministério do Turismo da Argentina divulgou, nesta semana, os dados referentes à chegada de turistas estrangeiros no primeiro quadrimestre de 2022. No total, foram mais de 1,4 milhão de viajantes. As comparações com 2021 e 2020 são imprecisas, devido ao fechamento total ou parcial das fronteiras no período.

Conforme os números, mais de 490 mil brasileiros entraram em território argentino para viagens de lazer entre 1º de janeiro e 30 de abril de 2022, representando 35% do total. Na sequência, aparecem os viajantes procedentes do Uruguai (140 mil) e dos Estados Unidos (98 mil).

As principais vias de entrada foram os aeroportos de Buenos Aires, o porto da capital argentina e a fronteira terrestre entre Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú. O movimento de turistas estrangeiros representou injeção de pelo menos US$ 915 milhões (R$ 4,5 bilhões) na economia local, gasto médio de US$ 653 (R$ 3,2 mil) por pessoa.

Desde outubro de 2021, data da reabertura das fronteiras do país, foram 1,7 milhão de viajantes, adicionando cerca de US$ 1,2 bilhão (R$ 5,7 bilhões) no setor turístico, um dos mais afetados pelos impactos da pandemia do novo coronavírus.

O comparativo com o primeiro quadrimestre de 2019, no entanto, mostra o tamanho do desafio para levar o turismo internacional de volta aos níveis pré-pandemia. Na ocasião, foram 2,8 milhões de visitantes estrangeiros, o dobro do fluxo atual. À época, o Brasil também liderava a lista, seguido por União Europeia, Chile e Uruguai.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->