Depois dos protestos, governo paraguaio ameniza restrições em Ciudad del Este

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

O governo do Paraguai concordou com as autoridades do departamento de Alto Paraná, onde fica Ciudad del Este, e vai amenizar as restrições previstas na quarentena zero. O retrocesso havia sido decidido devido ao aumento de casos no departamento, principalmente em Ciudad del Este, a capital.

A decisão do governo, agora, é que o trabalho não será paralisado na maioria das atividades, mas será feito sob rigorosos protocolos sanitários, das 5h às 17h, de segunda a sexta, e de 5h às 16h, no sábado. Depois desse horário, é toque de recolher: os moradores só podem se mobilizar em caso de necessidade.

O acordo entre o departamento e o governo nacional foi anunciado pelo governador Roberto González Vaesken, que, quando foi anunciada a volta à quarentena zero, havia sugerido medidas alternativas, como esta que foi acordada.

“A maior quantidade de comércios e negócios serão habilitados, com algumas exceções, o que vai permitir aos alto-paranaenses ter a possibilidade de que levar sustento a suas casas”, disse o governador, segundo a agência IP, que traz as notícias oficiais do governo paraguaio.

O impedimento vai continuar para alguns serviços, como restaurantes e academias, “pela rotação de pessoas e diversidade de contatos”, de acordo com o ministro de Saúde Pública, Julio Mazzoleni. Os restaurantes poderão atender somente com o serviço de encomendas a domicílio.

Além disso, as pessoas com mais de 60 anos e aquelas que têm comorbidades não poderão trabalhar durante este período, fixado em 14 dias.

O ministro havia recomendado a volta à fase zero para todo o departamento devido à quantidade de casos de covid-19, à ocupação de leitos hospitalares e às mortes registradas.

Em várias cidades de Alto Paraná houve mobilizações contra o iminente retrocesso de fase, lembrou o jornal Última Hora, destacando que a região é uma das mais afetadas pelo impacto econômico da pandemia, pela dependência do comércio de fronteiras.

Estrada interditada

´Protesto em San Alberto. Com a nova disposição do governo, manifestantes devem se retirar. Foto Última Hora

Um grupo de manifestantes do município de San Alberto no norte de Alto Paraná, começou um fechamento intermitente da rodovia PY08, em protesto contra o retrocesso, informou o jornal Última Hora.

Comerciantes do município haviam declarado luto econômico, colocando fitas pretas nas portas de suas lojas.

Em San Alberto estão vários escritórios de empresas financeiras e de pecuária, já que o município concentra a força econômica do norte do departamento, como informou o correspondente de Última Hora, Édgar Medina.

Se não fosse o “volta-atrás” do governo, já estavam marcadas novas manifestações, que poderiam gerar confrontos com a policia, como na quarta-feira, 29.

Leia mais:

Manifestantes de Ciudad del Este marcam novo protesto para esta quinta-feira, 30

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.