Dólar vai a R$ 4,84, menor patamar em dois anos

Valor da moeda é o mdenor desde março de 2020 - Foto: Agência Brasil

Cotação da moeda tem efeito direto nas compras e no turismo nas Três Fronteiras.

O dólar comercial encerrou a quarta-feira, 23, sendo vendido a R$ 4,84, o menor valor desde março de 2020, há dois anos. A queda foi de -1,84%, após iniciar a cotação do dia em estabilidade.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

A moeda caiu com o início dos trabalhos do mercado financeiro estadunidense. Segundo os especialistas, o recuo do dólar está relacionado à “disparada no preço das commodities” e ao patamar de juros altos no Brasil.

As commodities são matérias-primas que o mercado brasileiro exporta e recebe em dólar. Esse fator relaciona-se à guerra Rússia–Ucrânia. “Os preços mais altos estimulam a entrada de divisas em países exportadores de produtos agrícolas e ambientais, como o Brasil”, informa a Agência Brasil (ABr).

A segunda causa são os juros altos no Brasil, fixados em 11,75% ao ano, a taxa Selic, que se refere à remuneração básica da economia. De acordo com a ABr, esse indicador “está no maior nível desde abril de 2017 e deve subir mais 1 ponto na próxima reunião, em maio. As taxas altas mantêm o interesse dos investidores”, frisa.

A queda do dólar foi a sexta seguida, fazendo a moeda estar no valor mais baixo desde 13 de março de 2020, quando tinha sido vendida a R$ 4,81, resgata a agência pública do governo. “Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana acumula queda de 6,04% em março e de 13,12% neste ano”, pontua a ABr.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.