Golpista que vendia viagens falsas para o Brasil é presa na Argentina

Mulher de 29 anos abandonou grupo de 40 pessoas na rodoviária de Posadas, após vender suposto pacote para Balneário Camboriú (SC).

Apoie! Siga-nos no Google News

Uma mulher de 29 anos, moradora da cidade argentina de Posadas, foi presa pela Polícia de Misiones, nessa quarta-feira (15), acusada de aplicar um golpe em cerca de 40 pessoas que adquiriram, na suposta agência de viagens da suspeita, um pacote turístico para passar o feriado de carnaval nas praias de Balneário Camboriú (SC).

Leia também:
Brasileiro é enganado por falsos lojistas em Ciudad del Este

A fraude foi descoberta apenas no momento em que os viajantes chegaram à rodoviária de Posadas, para embarcar em um ônibus fretado que os levaria até o litoral de Santa Catarina. A mulher, que não compareceu ao local combinado, parou de responder às mensagens e não atendeu aos telefonemas dos clientes.

A suspeita, que se apresentava como proprietária de uma agência especializada em pacotes turísticos para o Brasil, foi localizada pelos policiais em uma residência do bairro Los Paraísos, sendo conduzida à delegacia e posta à disposição da Justiça.

Na atual temporada de verão, tem crescido a quantidade de denúncias a respeito de golpes praticados por meio da internet ou de empresas que não cumprem as condições contratadas pelos viajantes na Argentina, oferecendo transporte e hotéis de categoria inferior e exigindo pagamentos adicionais por serviços já contratados.

A orientação do Ministério do Turismo da província de Misiones é para que o viajante verifique, previamente, se a empresa está em dia com os registros exigidos para operação. Pacotes com valores muito abaixo da média do mercado podem ser um indicativo de que há algo errado com a oferta.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.