Itaipu transfere escrituras de casas a moradores no Paraguai

Imóveis nas áreas 1, 2, 3, 4 e 8, em Ciudad del Este, foram originalmente construídos para abrigar trabalhadores da usina.

Apoie! Siga-nos no Google News

A diretoria paraguaia de Itaipu deu início, nessa terça-feira (13), à entrega da documentação de transferência da propriedade de imóveis residenciais, pertencentes à entidade, nas áreas 1, 2, 3, 4 e 8, em Ciudad del Este. As casas foram originalmente construídas para os trabalhadores contratados para a construção da usina, na década de 1970.

Leia também:
Itaipu anuncia adiamento da inauguração da Ponte da Integração

No total, são 1.141 casas, que já foram vendidas ou estão em processo de negociação com os atuais locatários. Na cerimônia de terça-feira, que contou com a presença do diretor-geral paraguaio, Manuel María Cáceres, 14 moradores receberam em mãos os papéis que permitem a alteração na titularidade do imóvel.

“Com esse processo, têm início e continuidade as atualizações e escriturações que permitirão a venda das casas localizadas nas áreas habitacionais”, descreve a diretoria paraguaia de Itaipu, em comunicado enviado à imprensa. O processo é feito de forma conjunta com o Cadastro Nacional de Imóveis no Paraguai.

As chamadas “áreas” (Área 1, Área 2, Área 3, Área 4 e Área 8) são bairros com grande valorização imobiliária no lado paraguaio da fronteira, uma vez que foram dotados com infraestrutura criada pela binacional e ficam em locais considerados de fácil acesso. Em Foz do Iguaçu, Itaipu construiu três bairros: Vila A, Vila B e Vila C.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.