Lado argentino das Cataratas celebra os bons números de 2023

No último sábado (22), o Parque Nacional Iguazú chegou à marca de 500 mil visitantes, registro similar ao do período pré-pandemia.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Parque Nacional Iguazú superou, no último sábado (22), a marca de 500 mil visitantes em 2023. O registro foi comemorado por representantes do setor turístico do lado argentino da fronteira, uma vez que aponta a recuperação do destino. Em 2019, último ano pré-pandemia, o visitante meio milhão também foi recebido em abril.

Leia também:
Feriadão leva às Cataratas do Iguaçu mais de 25 mil turistas

“Em 2022, recém alcançamos os 500 mil visitantes no dia 5 de maio, compreendendo assim um gradual crescimento que acontece com base no esforço e no trabalho conjunto de todos os atores que fazem parte desse formoso destino”, destacou Leopoldo Lucas, presidente do Iguazú Turismo Ente Municipal (Iturem), em publicação nas redes sociais.

“É com muita alegria que festejamos esse importante acontecimento para o destino. Muitos turistas estão escolhendo nossas maravilhas naturais, nosso comércio, nossos hotéis e gastronomia, tudo acompanhado pela hospitalidade e excelência da nossa gente”, escreveu Lucas. “Muito obrigado a todos os turistas que nos escolhem.”

A expectativa dos operadores turísticos é a de que o Parque Nacional Iguazú supere a marca de 1,5 milhão de visitantes em 2023. No ano passado, foram 1.408.266 argentinos e estrangeiros, bem acima dos 513.567 de 2021 e apenas um pouco abaixo dos 1.635.237 de 2019, melhor ano do turismo na história da unidade de conservação.

Principal atrativo do lado argentino das Cataratas, o mirante da Garganta do Diabo foi reaberto em março, após cinco meses fechado devido aos estragos provocados pela enchente de outubro de 2022. O Circuito Inferior, que tinha um trecho interditado em razão da instabilidade da encosta, também já foi inteiramente recuperado.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.