Nova tentativa de lesar turista brasileiro é abortada por promotor de Ciudad del Este

Parece que alguns lojistas estão desesperados pra recuperar o dinheiro que não ganharam no período de fronteira fechada. Mas não é por aí, ao contrário. Foto La Nación

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

ATUALIZAÇÃO: a respeito da loja Compras Paraguay, ela sai da “Lista Suja”, devido à informação que prestou e publicamos no dia 1 de dezembro. Mantemos a notícia porque nela consta a “Lista Suja”.

Leia aqui: Compras Paraguay esclarece: não houve golpe contra turista brasileiro, mas diferença na taxa bancária

Em todas as lojas citadas, turistas brasileiros foram vítimas de golpes por parte dos comerciantes. A salvação dos turistas foi a atuação do promotor Edgar Torales, o “herói dos compristas”,  sempre acompanhado dos agentes da Polícia Turística.

A última tentativa de lograr um brasileiro foi registrada na loja Compras Paraguay, localizada no terceiro piso da Galeria Jebai, como noticia o jornal La Nación.

O turista Luciano Paulo Bolas Monica, um advogado de Niterói (RJ), comprou na tal loja, no dia 25 de novembro, dois aparelhos celulares da marca Xiaomi, pelos quais pagou US$ 905 (R$ 4.840, ao câmbio de hoje), com cartão de crédito.

Quando chegou em casa, no entanto, ele percebeu que os celulares não tinham as características dos que ele havia adquirido. Eram de outra versão, com menor capacidade de memória e de valor bem inferior ao que pagou. Além do mais, a loja sonegou impostos, já que entregou ao turista apenas uma nota de pedido, não a nota fiscal.

O advogado voltou a Ciudad del Este no sábado, 28, e fez a denúncia ante os agentes da Polícia Turística. Depois, acompanhou os policiais e o promotor Edgar Torales à loja.

O proprietário, que se identificou como Zein Nanih Jowad, de nacionalidade libanesa, acabou tendo que fazer um acordo. Ele devolveu ao turista o dinheiro que havia cobrado.

Mas a coisa não fica por isso mesmo. O promotor disse que, mesmo quando se chegue um acordo e haja devolução do dinheiro ao comprador, os comerciantes denunciados vão responder a processos.

A “Lista Suja” lá de cima foi feita com base nas notícias publicadas em jornais paraguaios sobre tentativas de golpes contra compradores brasileiros, que ao menos agora têm um bom aliado. É preciso denunciar sempre qualquer tentativa de fraude.

E passar a amigos, parentes e conhecidos essa listinha, que provavelmente ainda vai crescer. Estamos atentos.

Lojas da nossa “Lista Suja”: Mundo 4K (Shopping Alfonso), Florida Shop, Audio Compras PY Atacado (Shopping Vendome) e Music Mundo de las Compras (Shopping Alfonso, fechada pela Defesa do Consumidor) .

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1149 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.