Polícia paraguaia “caça” brasileiros suspeitos de fazer parte de grupos criminosos

A Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad) deteve no sábado a noite, no município de San Bernardino, a 50 km de Assunção, um brasileiro suspeito de fazer parte da facção criminosa Comando Vermelho.

No momento da busca na casa dele, que é alugada, o homem foi encontrado com drogas e uma arma, segundo o jornal Última Hora.

A polícia paraguaia informou que há indícios de que a documentação que apresentou seria falsificada. O suspeito foi transferido para Ciudad del Este, de onde serão feitos contatos com a Polícia Federal brasileira, para apurar se é procurado pela Justiça daqui. Se for, será expulso; mas, se não tiver problemas no Brasil, ficará detido por posse de drogas e arma.

Os agentes da Senad atuaram com base em informações de que brasileiros vinculados às facções criminosas PCC e Comando Vermelho estariam morando de forma clandestina entre os municípios de Luque e San Bernardino, vizinhos a Assunção.

Em Luque, houve buscas na casa de outro suspeito, que não foi encontrado. Mas uma brasileira que estava na casa, também alugada, foi detida porque estava em situação irregular no país, noticiou o ABC Color. No domingo pela manhã, ela foi expulsa pela Diretoria Nacional de Migrações.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.