Saúde do Paraguai anuncia multa a viajantes sem teste de covid-19

Mais de 500 moradores que retornaram ao país sem apresentar o exame estão na lista, afirma o governo.

O Ministério da Saúde do Paraguai anunciou que aplicará multa a moradores do país, paraguaios ou de outras nacionalidades, que retornam ao território nacional sem apresentar o exame para detecção de covid-19. O teste exigido é o RT-PCR, considerado um dos mais eficazes.

Segundo a Agência de Informação Paraguaia (AIP), a tolerância é de 24 horas, após a viagem de volta ao país, para a apresentação do teste, a fim de evitar multa. “Já existe uma lista de 500 pessoas” que poderão sofrer a sanção, informou o órgão oficial de comunicação.

Os procedimentos relacionados ao retorno dos moradores do Paraguai ao país são geridos pela Direcção de Vigilância Sanitária. A exigência se aplica a quem viajou de férias para fora , às cidades e praias brasileiras, por exemplo.

Viajantes têm 24 horas para apresentar o exame – Foto: Ministério de Saúde

“Apesar da facilidade e da carência concedida, há pessoas que não estão cumprindo a exigência”, afirmou o chefe da Vigilância Sanitária, Guillermo Sequera, à AIP. “Cruzando os dados com as Migrações, constatamos que cerca de 500 pessoas que voltaram ao país não fizeram o teste, apesar de terem prometido fazer o teste e assinado um depoimento”, relatou.

Conforme o agente público, decorridos dias da chegada ao país das pessoas que não cumpriram a medida, o Ministério Público será comunicado para adotar os procedimentos legais necessários. Um documento está sendo elaborado para que “haja sanção estabelecida para todas as pessoas que prometeram fazer o teste ao entrar no país e não cumpriram”, disse Sequera.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.