Empate técnico: opinião de leitores do H2FOZ diverge sobre reabertura da Estrada do Colono

45% se declararam favoráveis, e 42% disseram ser contrários ao projeto de lei de autoria do deputado Vermelho (PSD/PR). Foto: Marcos Labanca

A reabertura da Estrada do Colono é um tema que divide opiniões na fronteira. Entre os leitores do H2FOZ, a situação não é diferente. Em enquete realizada no portal entre outubro e dezembro, 45% dos participantes se declararam favoráveis ao processo de reabertura, e 42% se mostraram contrários. Ou seja, um empate técnico.

Fechada desde 1986 por ordem judicial, e com dois episódios de reabertura (em 1998 e 2003), a Estrada do Colono cortava o Parque Nacional do Iguaçu e era um caminho alternativo de 17,5 quilômetros ligando os municípios de Serranópolis do Iguaçu, no Oeste, e Capanema, no Sudoeste.

O tema voltou à pauta dos noticiários neste ano, após a Câmara dos Deputados aprovar um requerimento de urgência para o Projeto de Lei (PL) 948/19, de autoria do deputado Vermelho (PSD/PR). O PL prevê alterar a legislação a fim de criar a categoria de unidade de conservação denominada “Estrada-Parque”.

O deputado é o terceiro a tentar a manobra legislativa. No início dos anos 2000, Irineu Colombo (PT-PR) iniciou a discussão – que, mais tarde, virou um projeto assinado por Assis do Couto (PDT-PR).

A justificativa de Vermelho é que a proposta resolveria um problema de logística no estado e dinamizaria os municípios. Ele argumenta que as cidades sofrem com estagnação na economia e com queda populacional devido à falta de conexão rodoviária com centros maiores, e que a ausência da estrada deixou a população de quase cem municípios sem seu direito de ir e vir. “É preciso recuperar esse direito e permitir que os municípios voltem a crescer explorando o turismo de natureza e respeitando a flora e a fauna, porque os lindeiros são os verdadeiros guardiões do parque.”

Em 2019, foram realizadas audiências públicas para ouvir a população. À época, o Ministério Público Federal (MPF) se posicionou contra a reabertura da estrada, por conta dos prejuízos que isso provocaria ao meio ambiente. Em agosto, o assunto foi abordado pela revista britânica Nature, uma das mais conceituadas publicações do segmento ambiental. O material foi assinado pela jornalista Meghie Rodrigues e intitulado Brazilian road proposal threatens famed biodiversity hotspot (“Proposta de rodovia brasileira ameaça famoso ponto de biodiversidade”, em tradução livre). “Se a proposta for levada adiante, pesquisadores temem que irá ameaçar a exuberante floresta do parque e a biodiversidade de um local que é o lar de quase 1,6 mil espécies animais, incluindo animais ameaçados”, ressaltou a Nature.

Em junho, o pedido de urgência para a reabertura da Estrada do Colono foi aprovado por 315 votos contra 138. Entre os deputados paranaenses, a maioria dos votos foi a favor: 18 a 9. Três parlamentares se ausentaram da votação. Veja como os deputados paranaenses votaram:

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Vacy Junior - H2FOZ

Vacy Alvaro é repórter e coordenador dos infográficos do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->