Inscrição para condomínio do idoso de Foz do Iguaçu é prorrogada

Obra conta com 40 moradias, com previsão de entrega no primeiro trimestre de 2021; veja como fazer o cadastro. 

Da Agência Estadual de Notícias

A Cohapar prorrogou até o dia 07 de fevereiro de 2021 o prazo de inscrição para os idosos de Foz do Iguaçu interessados em morar em uma das 40 casas do programa Viver Mais Paraná, em construção na cidade. Podem participar do processo seletivo os moradores com 60 anos ou mais, com renda de um a seis salários mínimos, sozinhos ou em casal. O cadastro é feito online através do link cohapar.pr.gov.br/cadastro.

Quem tiver dúvidas ou dificuldades no preenchimento das informações no sistema da companhia pode ligar para o telefone (45) 3333-1100, que também funciona como whatsapp. O atendimento é prestado de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

“A prioridade de seleção é para idosos que moram em áreas de risco, com deficiência ou que pagam um valor alto de aluguel que comprometa a renda da família”, explica a chefe da regional de Cascavel da Cohapar, Lucilei Marchiori.

A análise documental e a triagem dos pretendentes começam na semana seguinte ao fim das inscrições. “As famílias que atenderem os requisitos do cadastro serão chamadas para comprovação dos dados informados”, completa Lucilei.

CADASTRO – Para aqueles que já realizaram cadastro na Cohapar anteriormente, é importante ter atenção quanto à necessidade de atualizações dos dados cadastrais, em especial informações de contato, pois as chamadas para participação na seleção é feita via telefone e e-mail informados. Por questões legais, o prazo de validade das inscrições é de dois anos, sendo necessária a realização de novo cadastro após este período.

Para aqueles que não possuem inscrição ativa, é preciso acessar o link disponível no site da Cohapar, ler as condições legais do serviço, assinalar o campo “declaro que li e estou de acordo com os termos acima” e clicar em “Novo Cadastro”.

COMO FUNCIONA – Os escolhidos poderão residir nas casas por tempo indeterminado, sozinhos ou em casais, com o pagamento de uma contrapartida mensal de 15% de um salário-mínimo, o que equivale atualmente a R$ 156,75. Após a desocupação, as unidades são direcionadas ao atendimento dos próximos inscritos conforme fila de prioridade do programa.

INFRAESTRUTURA COMPLETA – As casas têm 42 metros quadrados e possuem adaptações, como rampas de acesso, portas maiores e banheiros com barras de segurança. Os moradores vão dispor de um condomínio horizontal fechado com ambulatório, praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e quiosques de jogos.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.