Força Verde destrói 4 esperas para caça de animal silvestre no parque

Trilhas recentes e um acampamento ativo também foram encontrados - Foto: Divulgação
Siga a gente no

Os policiais ambientais chegaram às armadilhas com a prisão de caçadores em São Miguel do Iguaçu, que abateram dois veados-mateiros.

O Batalhão de Polícia Ambiental Força Verde localizou e destruiu quatro locais de espera e um acampamento de caça ilegal no Parque Nacional do Iguaçu (PNI). A ação foi na região conhecida como Linha Marfim, em São Miguel do Iguaçu (PR).

Leia também: Polícia Ambiental prende caçadores com dois veados-mateiros abatidos

Os policiais chegaram às instalações com a prisão, nessa terça-feira, 24, de dois caçadores, com quais foram encontrados carne de dois veados-mateiros abatidos, palmito-juçara e armas. Os homens foram presos em flagrantes e conduzidos à Polícia Federal.

As esperas para a caça ficavam perto do acampamento ativo. Nas buscas pela mata, na unidade de conservação, os agentes da Força Verde também identificaram trilhas abertas recentemente e outros dois acampamentos abandonados.

Os policiais ambientais fazem a fiscalização permanente da área de proteção do Parque Nacional do Iguaçu, percorrendo a área de floresta, vias e rios. As ações de combate à caça predatória e criminosa envolvem a parceria com outros órgãos.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->