Saúde

José Afonso de Oliveira, sociólogo e professor universitário, fala sobre a saúde na cidade.

Apoie! Siga-nos no Google News

Prof. José Afonso de Oliveira – OPINIÃO

É comum nestas festas de final de ano desejarmos, a amigos e familiares, toda uma série de coisas boas, entre elas saúde. Sim, isso é mesmo fundamental para todas as pessoas. É por conta disso que a nossa Constituição garante o direito à saúde para todas as pessoas, indistintamente.

Portanto, o poder público tem obrigação de prestar bons serviços de saúde sem custos para o beneficiário. Assim, todas as cidades dispõem de uma série de equipamentos para o melhor atendimento possível da saúde para todos os seus moradores.

Foz do Iguaçu não é exceção. Por conta disso, temos toda uma rede de serviços de saúde que vão desde hospitais, públicos e privados, até as unidades de pronto atendimento e unidade de atendimento de saúde familiar.



Com o surgimento do curso de Enfermagem na Unioeste, campus de Foz do Iguaçu, tem início todo um atendimento de formação de bons profissionais. Enfermeiros, muito bem formados, e técnicos de enfermagem passam a atuar em hospitais, escolas, centros de atendimento, melhorando bastante a atenção e os cuidados aos pacientes.

É com o curso de Medicina da Unila que teremos um grande salto na melhoria de atendimento na área. A possibilidade de realização de especialidades médicas por meio dos internatos permite uma elevação na qualidade geral em hospitais e unidades de saúde do município.

Os cursos de Fonoaudiologia, Nutrição e Psicologia avançam nesse quesito de atendimento de saúde a todas as pessoas que necessitam de cuidados.

Temos os avanços em clínicas especializadas, equipamentos tecnológicos extremamente avançados, centros de referência médica, enfim, vários setores que são conjugados para o melhor atendimento a quem precisa.

Evidentemente que isso não é tudo, pois ainda são necessárias várias atividades especialmente nos setores de gestão para podermos avançar ainda mais e atendermos melhor todos os pacientes. Mas convenhamos, muito já se fez, sendo possível olhar para trás e ver o quanto avançamos em pouco tempo.

Muito mais vai vir pela frente em termos de avanços científicos e tecnológicos em proveito de todos os cidadãos, com amparo de toda a nossa sociedade.

José Afonso de Oliveira é sociólogo e professor universitário em Foz do Iguaçu.


Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.