Prefeitura de Foz do Iguaçu prepara Ação Integrada de Fiscalização (Aifu) para cumprimento do lockdown no fim de semana

Prefeitura de Foz do Iguaçu prepara Ação Integrada de Fiscalização (Aifu) para cumprimento do lockdown no fim de semana.

Apoie! Siga-nos no Google News

A partir das 18h de sábado (13) às 5h de segunda-feira (15), está estipulado toque de recolher em Foz do Iguaçu, conforme decreto municipal nº 29.015. Para garantir uma fiscalização mais rígida durante o fim de semana, será montada uma Ação Integrada de Fiscalização (Aifu), entre órgãos da Prefeitura, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Defesa Civil.

Os servidores da Prefeitura contarão com o apoio de mais duas equipes, compostas por cerca de 20 pessoas. O diretor de Fiscalização, Nilton Zambotto, afirma que os trabalhos serão feitos em todas as regiões da cidade.

Estarão suspensas todas as atividades religiosas e comerciais, incluindo mercados e supermercados. O transporte coletivo irá operar exclusivamente para trabalhadores na área da saúde.

Estão fora da restrição de funcionamento do delivery de alimentos prontos para consumo e gás de cozinha, que poderão ser feitos das 10h às 20h, sendo proibida a retirada no balcão.

Também podem funcionar farmácias; urgência e emergência médica humana e animal; serviços de assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; serviços funerários; serviço de fiscalização pelos órgãos fiscalizadores municipais, estaduais e federais; provedores de acesso às redes de comunicações, telecomunicação e internet; imprensa; segurança pública e privada, incluídas vigilância; e coleta seletiva.

Os postos de combustíveis no perímetro urbano poderão atender até às 20h, com as lojas de conveniência fechadas; e os da BR-277 poderão abrir 24h. Também entram nas exceções os atrativos turísticos, que poderão receber somente turistas, e meios de hospedagem e transporte turístico – todos com apenas 30% da capacidade de público.

Transporte Privado

O transporte privado de passageiros poderá atender somente aqueles que justifiquem o deslocamento. Conforme diz o decreto: para aquisição medicamentos, produtos médico-hospitalares e produtos veterinários; para comparecimento, próprio ou de outra pessoa, na condição de acompanhante, a consultas ou realização de exames médico-hospitalares nos casos de problemas de saúde inadiáveis; para realização de trabalho, se exercer função nas áreas de saúde, segurança, assistência social e meios de hospedagem; para retorno às suas residências.

Fiscalização da semana

Entre segunda-feira (8) e quinta-feira (11), as equipes da Secretaria da Fazenda e Vigilância Sanitária de Foz do Iguaçu realizaram 278 fiscalizações para garantir o cumprimento das medidas estabelecidas pelos decretos municipal e estadual que têm como objetivo reduzir a transmissão do coronavírus.

Foram aplicadas 24 multas e um comércio foi interditado. Ainda na quinta-feira (11), quatro pessoas foram autuadas por estarem em uma festa. Uma delas tentou fugir, mas foi presa em flagrante por policiais militares por não estar usando a tornozeleira eletrônica, em cumprimento a medidas judiciais.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.