Vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira nas cidades do Paraná

Órgão de saúde do estado decidiu antecipar a campanha de imunização em mais de duas semanas.

Apoie! Siga-nos no Google News

Nas cidades do estado, a 25ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza terá início nesta terça-feira, 28. O governo decidiu adiantar a imunização em pouco mais de duas semanas, já que a data pré-estipulada em nível nacional é 10 de abril.

O objetivo é imunizar o maior número de pessoas, aproveitando a vacinação contra a covid-19 com as doses bivalentes, pois grande parte dos grupos prioritários coincide nas duas campanhas. As duas vacinas podem ser aplicadas simultaneamente na rede público.

A antecipação da campanha da influenza leva em conta que o estado está em uma região tradicionalmente mais fria e pelo grande número Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs) ocorridas no último ano. A doença causou sobrecarga nas unidades de saúde.

“Decidimos antecipar a campanha porque já estamos vacinando pessoas de grupos prioritários da bivalente”, informou o secretário estadual da Saúde, César Neves. Esse público também está elencado para receber a vacina da influenza.

O “Ministério da Saúde definiu que a vacinação da Influenza não será escalonada”, explica a Agência Estadual de Notícias. Quer dizer que todos os grupos serão convocados de uma só vez, abrangendo mais pessoas, para facilitar o processo de imunização.

Dos 18 grupos prioritários estipulados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) para a campanha da Influenza 2023, dez deles estão sendo convocados para receber dose bivalente da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. Fazem parte dos grupos, de forma simultânea (bivalente contra a Covid-19 e Influenza):

  • gestantes, puérperas;
  • idosos;
  • povos indígenas;
  • trabalhadores da saúde;
  • pessoas com deficiência permanente;
  • funcionários do sistema prisional;
  • adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; e
  • população privada de liberdade e funcionários.

Já para receber apenas vacina contra a gripe, conforme o Plano Nacional de Imunização, estão os seguintes grupos:

  • crianças de seis meses a menores de seis anos;
  • professores;
  • pessoas com comorbidades;
  • forças de segurança e salvamento;
  • forças armadas;
  • caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso; e
  • trabalhadores portuários.
LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.