Polícia apreende barcos do contrabando na fronteira com o Paraguai

Forças de segurança intensificam repressão em portos clandestinos do Rio Paraná e lago de Itaipu.

Apoie! Siga-nos no Google News

Policiais federais e agentes do COPE e do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) desencadearam operação contra o contrabando de mercadorias na fronteira com o Paraguai. Abrangendo áreas do Rio Paraná e lago de Itaipu, a ação foi desenvolvida na madrugada dessa quarta-feira, 7.

LEIA TAMBÉM:
Contrabando na Ponte da Amizade leva três pessoas à prisão
Operação Fim da Linha: Polícia Civil cumpre mandados em Foz do Iguaçu

Em patrulhamento no Paranazão, em Foz do Iguaçu, as forças de segurança avistaram uma embarcação em travessia irregular para o lado brasileiro. O barco atracou em um porto clandestino próximo à Avenida Beira-Rio.

“Na aproximação, o condutor fugiu pela mata ciliar, deixando para trás o barco com pneus de caminhão de origem paraguaia”, relatou a Polícia Federal (PF). O comércio irregular desse produto é um dos alvos dos órgãos de fiscalização e de segurança pública que atuam na região fronteiriça.

Cigarros ao lago

No lago de Itaipu, na região de Missal, no Oeste do Paraná, policiais identificaram uma embarcação de oito metros e com motor de alta potência vindo do Paraguai para o Brasil. O piloto não obedeceu à ordem de parada para fiscalização e fugiu, abandonando caixas de cigarros.

Parte do grupo, que aguardava a chegada da embarcação, atirou contra a equipe policial, que revidou. “No porto clandestino, além do barco abandonado carregado com caixas de cigarros estrangeiros, foram encontrados outros volumes de contrabando, descarregados de uma embarcação que atracou anteriormente”, elencou a PF.

As caixas de cigarros lançadas ao rio durante a fuga foram recuperadas. No balanço da Polícia Federal, acabaram apreendidas mais de 200 caixas de cigarros estrangeiros de origem paraguaia nessa ação das forças de segurança. Os produtos retirados de circulação foram encaminhados para a Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu.

LEIA TAMBÉM
1 comentário

Comentários estão fechados.