Jornalista francês desvenda rota turística do Paraguai para contá-la

Atrativos paraguaios já foram levadoas às redes sociais de Philippe Bourget.

Profissional divulga a experiência em meios internacionais; Paraguai é a “joia escondida” da América do Sul, exaltou revista árabe recentemente.

Especializado no segmento, o jornalista francês Philippe Bourget vive a experiência turística no Paraguai para divulgá-la internacionalmente em veículos de países como França, Luxemburgo e Bélgica. Sua imersão nas riquezas guaranis termina neste domingo, 13.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Leia também: Paraguai é ‘joia escondida’ da América do Sul, exalta revista

O profissional produzirá conteúdos para meios como Le Monde, Le Télégramme, Reesen e Vacancesweb.be, segundo a Secretaria Nacional de Turismo (Senatur). A agenda intensa incluirá visita aos atrativos mais importantes do Paraguai, em companhia da equipe do órgão oficial de turismo.

“Uma viagem preparada durante a crise de covid-19 e finalmente confirmada, após um ano de negociação”, informou em suas redes sociais. “Grandes rios, reservas naturais, florestas tropicais, missões jesuítas, povo guarani, Itaipu”, descreveu.

Na fronteira, Philippe Bourget percorreu Alto Paraná, conhecendo a Ponte Internacional da Amizade, na fronteira de Ciudad del Este e Foz do Iguaçu. Visitou a Itaipu Binacional, o Museo de la Tierra Guaraní e os Saltos del Monday, em Presidente Franco, informa a Senatur.

Imersões de profissionais de outros países promovem destinos turísticos em nível internacional. No ano passado, o Paraguai recebeu mais de 90 mil turistas, mesmo com as limitações sanitárias, com ingresso no país de US$ 33 milhões.

Recentemente, matéria da revisa Emarat Al Youm exaltou o país vizinho como a “joia escondida” da América do Sul. Em árabe, o veículo fez referência à participação do turismo paraguaio na Expo 2020 Dubai, em que foi apresentada uma campanha de promoção internacional.

Experiência turística no Paraguai

Ainda de acordo com a Senatur, o roteiro do jornalista Philippe Bourget teve início em Itapúa, que abriga as missões jesuíticas de Jesús de Tavarangué e Santísima Trinidad del Paraná. Esse sítio é reconhecido como Patrimônio Universal da Humanidade pela Unesco desde 1993.

Comunicador conhece diversos atrativos, incluindo sítios históricos – Foto: Senatur

A experiência do jornalista também contempla visita à reserva do Parque Nacional San Rafael e seu entorno. Conheceu o ciclo de produção de erva-mate da Selecta. Essa interação terminou com a degustação de tererê, bebida tradicional paraguaia.

A viagem do comunicador francês abrange o chamado Circuito de Ouro e suas atrações em Areguá, Sapucaí, Paraguarí, São Bernardino, Piribebuy, Tobatí, Caacupé, Pirayú. O roteiro termina com city tour na capital Assunção, pelo centro histórico com igrejas, bairros turísticos e museus.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.