Grana extra: liberada a consulta ao saque do PIS 2024

Pagamentos começam em fevereiro, conforme data de nascimento do trabalhador; saiba quem tem direito de receber.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Caixa Econômica Federal abriu a consulta ao valor do abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) em 2024. O recurso é para 24 milhões de trabalhadores com carteira assinada em 2022.

LEIA TAMBÉM: Quem quer ser milionário? Nota Paraná terá 3 milhões de participantes nesta 5.ª

A quantia está disponível em:

O pagamento começa em 15 de fevereiro e se estende até agosto, conforme o mês de nascimento do trabalhador, para quem recebe o PIS. Ou, ainda, de acordo com número final de inscrição, para quem recebe o Pasep.



O volume de recursos é de R$ 22,6 bilhões, conforme o órgão que gere o Fundo de Amparo ao Trabalhador. Os beneficiários serão 21,95 milhões de pessoas que trabalham na iniciativa privada e 2,72 milhões de servidores públicos.

Abono salarial

O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal, e o Pasep, pelo Banco do Brasil. Conforme a Agência Brasil (ABr), tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e que:

  • trabalhou formalmente por, no mínimo, 30 dias no ano-base considerado para a apuração;
  • teve remuneração mensal média de até dois salários mínimos;
  • teve dados empregatícios informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

O valor do abono é proporcional, conforme o número de meses trabalhados em 2022 – quem laborou 12 meses com carteira assinada receberá R$ 1.412, o salário mínimo.


Calendário de pagamento:

Arte: Agência Brasil

Arte: Agência Brasil
LEIA TAMBÉM