Ponte da Integração fechou fevereiro com 78% das obras concluídas

O tempo extremamente seco certamente está ajudando a acelerar os trabalhos. Foto: DER/PR

Os trabalhos se concentram basicamente no tabuleiro da ponte, onde passarão veículos e pedestres.

Em fevereiro, a Ponte da Integração Brasil – Paraguai, que ligará Foz do Iguaçu a Presidente Franco, atingiu 78% de conclusão, segundo informe do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

As equipes continuam trabalhando na construção do tabuleiro da ponte, por onde irão circular veículos e pedestres.

A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais.

Até agora já foram investidos aproximadamente R$ 184 milhões na obra, recursos da Itaipu Binacional. A ponte é uma parceria entre Itaipu, governo do Paraná e governo federal, e está sendo executada pelo DER.

Foto feita no dia 24 de fevereiro, pelo DER-Paraná.

PERIMETRAL LESTE

Na futura Perimetral Leste, que ligará a nova ponte à BR-277, as obras estão concentradas na execução de três dos seis viadutos planejados, nas interseções com a Avenida General Meira, com a BR-469 e com a via de acesso à Ponte Tancredo Neves.

Além de 15 quilômetros de pista, serão executados outros três viadutos, na Avenida Felipe Wandscheer, Avenida República Argentina e no entroncamento com a BR-277.

No local da nova aduana Brasil – Argentina estão sendo executados serviços de compactação de aterro, e na aduana Brasil – Paraguai estão em andamento serviços de terraplenagem.

DUPLICAÇÃO

Uma terceira obra, velho sonho de Foz do Iguaçu, também será resultado entre Governo do Paraná, Itaipu Binacional e governo federal: a duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas.

O DER/PR publicou este mês o edital da obra, um investimento de R$ 186,95 milhões para duplicar o trecho de 8,70 quilômetros, implantar vias marginais, passeios, ciclovias, quatro viadutos e uma ponte, passa-faunas e iluminação pública.

A duplicação tem início logo após o trevo Carimã, onde está sendo executado um dos viadutos da nova perimetral, e segue até o portal de entrada do Parque Nacional Iguaçu. A BR-469 será duplicada em ambos os lados, com vias marginais de sentido único também nos dois lados da rodovia.

Serão executados viadutos no acesso ao Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e nos quilômetros 2, 3 e 7. A nova ponte será executada sobre o Rio Tamanduá, próximo ao trevo.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.