Parque das Aves serve blocos de gelo com frutas aos animais

Alimento começa a ser oferecido nesta quinta-feira, 11, a partir das 13h30; turistas podem observar.

Apoie! Siga-nos no Google News

As aves do Parque das Aves irão ganhar neste verão blocos de gelo com frutas para se refrescarem. Preparada com frutas da estação, a alimentação já faz parte da dieta das aves em períodos de muito calor.

Os congelados são feitos com água ou suco natural de frutas. “É muito interessante poder observar as aves interagindo com os blocos de gelo, tocando a superfície gelada ou tentando quebrar os blocos para retirar as frutas”, comenta Alessandra Mello, coordenadora da área de bem-estar animal do Parque das Aves.

Outra ação para aliviar o calor é disponibilizar às aves acesso frequente a água fresca, sombra e aspersores – tipos de chuveirinhos que umidificam o ar.

Alessandra diz que a atividade favorece o bem-estar dos animais. Ela explica que oferecer alimentos de forma diferenciada incentiva comportamentos de exploração, fazendo as aves explorarem o novo, além de motivar a curiosidade natural. 

Enriquecimento ambiental

A alimentação desse tipo faz parte de técnicas de enriquecimento ambiental, que buscam otimizar o bem-estar dos animais e favorecem comportamentos naturais por meio de estímulos físicos, alimentares, sociais, cognitivos ou sensoriais.

Os blocos de gelo são considerados um tipo de enriquecimento alimentar por constituírem uma forma diferente de oferecer o alimento da ave. Tudo é feito a partir de programações elaboradas pela área de bem-estar animal e acompanhado pela equipe que realiza observações e coletas de dados comportamentais.

As aves costumam passar grande parte do dia procurando alimentos no ambiente natural, principalmente os psitacídeos, que utilizam cerca de 80% do tempo para isso. Portanto, uma das técnicas adotadas para manter tal comportamento natural, chamado de “forrageio”, é estimular a procura por comida.

Segundo a diretora-técnica do Parque das Aves, Paloma Bosso, os alimentos são oferecidos de maneira inusitada, tal como em bolas de feno e escondidos em pinhas com variedade de locais e horários. “Nossos colaboradores encorajam este comportamento nas aves, proporcionando desafios equilibrados ao servir a dieta dos animais de maneiras inusitadas”, explica.

Paloma frisa que os animais não são obrigados a fazer a interação na busca pelo alimento. Ela também salienta que a quantidade oferecida é proporcional ao número de aves no recinto e tudo tem por base planejamento e ciência.

Serviço

Enriquecimento de verão das aves

Onde: Parque das Aves, no Viveiro das Araras

Quando: quinta-feira, 11 de janeiro, a partir das 13h30

Quanto: gratuito desde que seja adquirido o ingresso

Acompanhe no Instagram: https://www.instagram.com/parquedasaves.

LEIA TAMBÉM