Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu fará 50 anos no domingo (7)

Terminal que substituiu o antigo campo de pouso do Gresfi, da década de 1930, foi inaugurado no dia 7 de janeiro de 1974.

Apoie! Siga-nos no Google News

No próximo domingo (7), o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu completará 50 anos de operações, posicionado entre os mais relevantes do Brasil. Somente entre janeiro e novembro de 2023, 1.718.283 passageiros embarcaram ou desembarcaram no terminal, superando o movimento de todo o ano de 2022.

Leia também:
Obras alteram circulação no aeroporto de Foz do Iguaçu – veja o mapa

Em material distribuído à imprensa, a concessionária CCR Aeroportos, atual administradora do espaço, destacou que está investindo R$ 270 milhões em obras de reforma e ampliação, com previsão de entrega da primeira fase até o final de 2024.

O objetivo é aumentar a capacidade de movimentação de passageiros e cargas, com mais espaço na área interna, três novos pátios de aeronaves, operacionalização do trecho adicional da pista e atualizações diversas na estrutura.

Diariamente, o terminal recebe cerca de sete mil passageiros, com destino ou procedentes de locais como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Campinas e Santiago (Chile). Na alta temporada turística, segundo a CCR, a média é de 25 voos diários.

Estrutura está em constante processo de modernização. Foto: Welynton Manoel/CCR Aeroportos
Estrutura está em constante processo de modernização. Foto: Welynton Manoel/CCR Aeroportos

História

O primeiro aeroporto de Foz do Iguaçu data da década de 1930, época na qual havia apenas caminhos rudimentares para conectar a região com o restante do Brasil e a principal via de transporte era o Rio Paraná, com navegação pelo território argentino.

A localização era o atual Clube Gresfi, que ainda preserva a arquitetura do edifício que abrigava o terminal de passageiros e a torre de controle. Na entrada do clube, de frente para a Avenida JK, foi instalada uma réplica do primeiro avião que pousou na Terra das Cataratas.

Réplica do primeiro avião a pousar em Foz do Iguaçu, produzida e exposta pelo Gresfi. Foto: Marcos Labanca/H2FOZ
LEIA TAMBÉM