Foto: Marcos Labanca/Arquivo

Dá para dizer que doeu no bolso? Foztrans aplica R$ 31 mil em multas ao Consórcio Sorriso

Maior parte das 34 penalidades é por corte de ônibus em horários de pico; empresas irão recorrer.

O Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans) informou que aplicou 34 multas ao Consórcio Sorriso. A maior parte das penalidades é justificada pela retirada de ônibus em horários de pico. Segundo a assessoria da prefeitura, o total passa de R$ 31 mil.

Leia também:

Fim dos problemas? Prefeitura suspende intervenção no transporte coletivo de Foz

As multas ao conjunto de empresas que operam o transporte coletivo iguaçuense foram expedidas nessa segunda e terça-feira (8 e 9). O Foztrans relatou, por meio da Agência Municipal de Notícias (AMN), que está fazendo fiscalização permanente no Terminal de Transporte Urbano (TTU) e em outros locais.

Ao H2FOZ, a assessoria do Consórcio Sorriso informou que irá recorrer das multas aplicadas. A autarquia de trânsito sustenta que sanções estão previstas no contrato de concessão e em outras legislações, e referem-se, até o momento, à operação do serviço.

As multas, segundo o Foztrans, devem-se à retirada de linhas e ao não cumprimento dos horários, principalmente nos períodos de maior movimento. Durante o prazo de intervenção da prefeitura no transporte público, foram inseridas e ajustadas linhas. “Houve essas modificações que motivaram essas multas”, explicitou Licério Santos, diretor-superintendente do instituto.

No final de janeiro, o prefeito Chico Brasileiro (PSD) suspendeu a intervenção municipal fixada para o transporte coletivo de Foz do Iguaçu. A medida vigorava havia dois meses, desde 2 de dezembro, com prazo de até 180 dias.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1177 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ