Perimetral Leste: DER divulga percentual de execução e serviços

São cinco frentes que envolvem 200 colaboradores, cita o órgão estadual, responsável pela gestão da obra em Foz do Iguaçu.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) acaba de divulgar uma atualização do percentual de execução e dos serviços realizados na Perimetral Leste em Foz do Iguaçu. A conclusão da via é necessária para o pleno funcionamento da Ponte Internacional da Integração Brasil–Paraguai.

LEIA TAMBÉM: Perimetral Leste tem nova data para conclusão em Foz do Iguaçu

Segundo o órgão, cerca de 200 colaboradores atuam em cinco frentes laborais. Até o momento foram executados aproximadamente 23% do projeto, contabiliza o órgão estadual, que é responsável pela gestão operacional do empreendimento. O investimento acumulado está próximo de R$ 31,58 milhões, aponta o DER-PR.

A rodovia, além de ser a forma de acesso e obra complementar à segunda ponte, irá deslocar o trânsito de veículos pesados que hoje passam pelo corredor turístico iguaçuense, o qual vai e vem para a Argentina. A perimetral também será uma rota a mais para o acesso ao Aeroporto Internacional Cataratas.

Em fevereiro, teve início a pavimentação da nova pista nas proximidades da Rua Mata Verde, via municipal interditada para implantação da rodovia. O DER-PR também enumera os serviços em andamento na construção das aduanas, unidades da Receita Federal que controlam e fiscalizam o fluxo de bens e mercadorias em fronteiras.

Neste mês, ocorreu a terraplenagem da rodovia em segmentos entre a BR-469 e a Rua Francisco Fogaça do Nascimento, parte do trecho de ligação com a BR-277. Foram retomadas as atividades de implantação das alças do viaduto no entroncamento com a BR-469, com reaterro em rocha em alguns locais, expõe o Departamento de Estradas de Rodagem.

Aduanas

Na aduana Brasil–Paraguai, a implantação da infraestrutura do edifício central conta com a execução de 90% das estacas-raiz, 55% dos blocos de coroamento e 72% das sapatas. E na nova aduana Brasil–Argentina é realizada a terraplenagem de desvio de tráfego da Avenida Mercosul, para o avanço da infraestrutura do edifício.

“Também estão ocorrendo no local os serviços de implantação do sistema de drenagem de águas, com instalação de tubos de Polietileno de Alta Densidade (Pead)”, cita a Agência Estadual de Notícias (AEN).

(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.