Blog pelo Paraná – Decisão correta, Semana Brasil, Nova Nota, Regularização, Tradição,Sem reajuste e É golpe

Decisão correta
O  líder do Governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP), destacou a importância da prorrogação do auxílio emergencial em mais quatro parcelas de R$ 300. A extensão do benefício foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro. “É uma decisão correta, já que a atividade econômica ainda não foi totalmente retomada. Esperamos voltar ao normal até o fim do ano, e muitas pessoas, evidentemente, já não precisarão mais do auxílio emergencial. E em 2021 teremos o Renda Brasil”, disse Barros. 

Tô fora!
O procurador Deltan Dallagnol comunicou ontem que se desligou da coordenação da Operação Laja Jato em Curitiba. Disse que vai tratar de problemas de saúde da família.

Semana Brasil
A Semana Brasil, desenvolvida para aquecer as vendas durante a semana em que se comemora a independência do país começa amanhã e vai até 13 de setembro. A ação, com lema  “Vamos em frente, com cuidado e confiança”, reúne lojas de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos e eletrodomésticos, que vão oferecer descontos aos consumidores. 

Réu 
O juiz Luiz Antonio Bonat, em Curitiba, aceitou denúncia apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ministro do TCU, Vital do Rêgo. O ministro passa à condição de réu e vai responder a uma ação penal pelo suposto cometimento dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Nova Nota 
A nova nota de R$ 200, com a imagem do lobo-guará, começará a circular hoje.  Serão produzidas neste ano 450 milhões de unidades.  De acordo com o Banco Central, o lançamento da nova nota é uma forma de a instituição agir preventivamente para a possibilidade de aumento da demanda da população por papel moeda.

Corredor Oeste
O governador Ratinho Júnior apresentou para a bancada de deputados federais , o projeto do Corredor Oeste de Exportação.   O projeto, além de ligar o Porto de Paranaguá até a cidade de Maracaju (MS), inclui a construção de uma nova ferrovia entre Maracaju e Cascavel; a revitalização do atual trecho operado pela Ferroeste, entre Cascavel a Guarapuava; a construção de um novo traçado entre Guarapuava e Paranaguá e de um ramal multimodal entre Cascavel e Foz do Iguaçu. 

Penada única 
O ministro Marco Aurélio Mello, do STF, criticou a decisão do ministro Benedito Gonçalves, do STJ, que afastou do cargo por 180 dias o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. A decisão, segundo ele, foi “precipitada” — afastando em uma “penada única” o chefe do poder executivo eleito. “Isso realmente não implica avanço cultural. O desejado teria sido o crivo, pelo menos, do colegiado”, disse.

Podemos 
O senador paranaense Flávio Arns anunciou a decisão de se filiar ao Podemos. “O ingresso no Podemos consolida um alinhamento muito produtivo da bancada paranaense e possibilita estarmos ainda mais fortalecidos e unidos em favor das pautas que resultem em benefícios para nosso estado”, diz Arns ao convite do senador Lavaro Dias, líder da bancada.

Regularização 
Uma parceria dos governos estadual e federal vai aumentar o raio de abrangência do Programa de Regularização Fundiária para que pequenos agricultores que ocupam terras devolutas nas faixas de fronteira paranaense, também possam regularizar suas propriedades. O Paraná é o único Estado que mantém convênio com a União para a regularização de terras particulares.

Tradição 
A deputada Joice Hasselmann (PSL) causou polêmica ao postar no Instagram uma antiga foto na qual aparece com trajes típicos das festas alemãs do Sul do Brasil, com a legenda “Sabe aquelas colunas da tradicional festa alemã do sul do país? Então, aí estou eu. O túnel do tempo é cruel. Essa tiara de flor, ninguém merece.” Após reação negativa de alguns sulistas sobre a postagem, a parlamentar alterou a legenda. Joice é candidata à prefeita de São Paulo.

Dada a largada 
O primeiro dia de convenções partidárias foi movimentado e quatro legendas já oficializaram os candidatos a prefeitura de Curitiba.  Rafael Greca (DEM) confirmou que disputará a reeleição. Além do atual prefeito, outros três nomes já estão na corrida política: Caroline Arns (Podemos), João Guilherme (Novo) e Renato Mocellin (PV). 

Sem reajuste 
O governo federal enviou ao Congresso Nacional o Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021, prevendo o salário mínimo reajustado apenas pelas inflação, garantindo o poder de compra do trabalhador, conforme determina a Constituição. Não há previsão de reajuste real, ou seja, acima da inflação. 

Plano Cuidar 
O pré-candidato à prefeitura de Ponta Grossa, Marcio Pauliki (SD), apresentou proposta para a área da saúde pública. Trata-se do Plano Cuidar que vai funcionar aos moldes dos planos de saúde privados.  Com essa proposta, os médicos da rede particular vão poder atender as pessoas que não têm plano de saúde privado, que hoje representam mais de 70% da população pontagrossense.

É golpe 
O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) disse que o pedágio não pode enganar o Paraná de novo.  Em vídeo nas redes sociais, o deputado rechaça o novo modelo proposto (híbrido) e alerta sobre o novo golpe do pedágio. “Fixam uma tarifa com preço alto e leva a concessão quem oferecer a maior taxa de outorga em dinheiro para o governo federal, o que significa na prática uma tarifa muito mais alta”.

Ceasas
O governador Ratinho Júnior sancionou a lei que regulamenta a organização e o funcionamento dos mercados de produtos alimentares geridos pelas Ceasas Paraná.  A nova lei abre espaço para associações e pequenas cooperativas poderem participar do comércio atacadista de hortigranjeiros no Estado. São cinco centrais no estado: Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.
 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.