Blog pelo Paraná – Presidente em Foz, Pedágio novo, Fundeb, Parceria institucional, Valor reduzido, Cívico-militares e É crime!

Presidente em Foz
O presidente Jair Bolsonaro estará na próxima quinta-feira, 27, em Foz do Iguaçu. Junto com o presidente virão os ministros André Luiz de Almeida Mendonça (Justiça), Augusto Heleno Ribeiro Pereira (GSI), Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira (Secretaria de Governo), e o comandante da FAB, Antônio Carlos Moretti Bermudez. A pauta em questão será a de segurança na fronteira. Bolsonaro será recebido pelo presidente da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna.

Também quero
O deputado Cobra Repórter (PSC), vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, disse que as cidades de Londrina, Maringá e Cascavel – as três polos de regiões metropolitanas, também querem receber o auxílio do governo estadual para o transporte público como será feito para Curitiba e região. Projeto nesse sentido deve ser votado na segunda-feira, 24, na Assembleia Legislativa. Sobre estender o auxílio a outras três cidades, o Estado vai estudar o assunto.

Pedágio novo
O prefeito de Fazenda Rio Grande, Marcio Wosniak (PSDB), presidente da Assomec, adiantou que os prefeitos paranaenses, interessados na nova licitação do pedágio, vão participar na próxima terça-feira, 25, de uma videoconferência com representantes do Ministério de Transporte sobre o novo modelo de concessão: menor tarifa ou sistema híbrido (outorga+menor tarifa). 

Fundeb
O Senado deve votar hoje a PEC que torna o Fundeb permanente. A deputada Christiane Yared (PL), que votou pela proposta aprovada na Câmara dos Deputados disse que “tornar o Fundeb permanente será um momento histórico para o Brasil. A educação é a base de tudo, se uma sociedade mais consciente, melhor”.

AVC
Uma equipe médica de Curitiba contribuiu com um estudo que defende a combinação de dois medicamentos para tratamento de AVC. O estudo chegou a ser publicado na New England Journal of Medicine, uma das revistas mais importantes da área. A formulação dos medicamentos está em fase final. “Os medicamentos preventivos serão utilizados em quem já teve um AVC, e a pessoa passa a tomar, vamos dizer, para a vida”, explicou o médico neurologista Pedro Kowacs.

Desiste!
O deputado Felipe Francischini (PSL), líder da legenda na Câmara, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro precisa desistir da criação da Aliança pelo Brasil. Essa posição foi apresentada por Francischini após questionado sobre quais seriam as condições impostas pelo PSL para o retorno de Jair Bolsonaro ao partido. “Não faz sentido querer reintegrar um partido abrindo outro. A gente não faz pressão em ninguém, mas quem respeita os demais também quer ser respeitado”, disse.

Parceria institucional 
O TJ e o MP vão repassar R$ 127 milhões para o Fundo Estadual de Saúde para auxiliar na manutenção do atendimento regionalizado durante a pandemia do coronavírus. “Essa relação com os outros poderes é um sinal de maturidade. E não é apenas financeira, mas de aconselhamento, de troca de experiências, uma verdadeira parceria institucional”, afirmou o governador Ratinho Junior.

Pré-candidato
O deputado Delegado Francischini anunciou que será oficializado candidato à prefeitura de Curitiba no dia 12 de setembro, durante convenção do PSL. Francischini informou ainda que sua esposa, Flávia Francischini, é pré-candidata à Câmara de Curitiba. “No pleito a deputado, cerca de 16% dos votos a mim foram em Curitiba, estou me preparando para assumir a gestão pública da capital e desenvolver um trabalho voltado ao atendimento social”, disse.

Sem medo
Levantamento Datafolha aponta que 61% do brasileiros estão menos preocupados com a pandemia do que deveriam, enquanto 17% acreditam que estão mais preocupados e 21%, na medida certa. Não sabem somam 2%. A pesquisa ainda mostra que a população está dividida sobre a melhora da situação da doença no país.

Retorno
O TJ determinou a volta de Marlene Fátima Revers (Pros) ao cargo de prefeita de Quedas do Iguaçu. a prefeita tinha sido cassada pela Câmara de Vereadores em outubro de 2019 por gastos excessivos na compra de bolos e salgados. O mal súbito de uma vereadora, após o início da votação remarcada, em outubro do ano passado ocasionou a suspensão de votação de cassação por tempo indeterminado.

Minha candidata!
O prefeito Cláudio Eberhard (PSDB) apresentou, a servidora pública Karla Galende (PSDB) como sua pré-candidata à prefeita em Santa Terezinha de Itaipu. Eberhard informou ainda que o PSDB virá de chapa pura, com o pré candidato à vice-prefeito Vânio Morona. “Buscamos uma representante preparada, ficha limpa, com experiência na gestão pública e com o compromisso em dar sequência e ampliar os trabalhos desenvolvidos até agora pela gestão”, afirmou.

Valor reduzido
A fiscalização preventiva do TCE com auxílio de moradores de Medianeira levou a prefeitura a reduzir em quase R$ 900 mil o valor estimado de uma licitação. Inicialmente fixado em R$ 2.450.892,00, o valor máximo da contratação foi reduzido para R$ 1.557.745,32. Esse valor representa economia de 36,4%, na contratação dos serviços de manutenção dos prédios públicos e do sistema de iluminação das ruas e poda de árvores. 

Revanche
O prefeito de Ibiporã João Coloniezi decidiu ir para o ataque. Há alguns dias o vereador Kleber Machado (PL) protocolou um pedido de cassação do mandato do prefeito. Agora Coloniezi protocolou dois pedidos de cassação de mandato na Câmara de Ibiporã. O primeiro contra a vereadora Maricélia Soares de Sá (MDB), a Mari, por improbidade administrativa. 

É crime!
O deputado Ney Leprevost (PSD) apresentou PEC que modifica a Lei de Crimes Hediondos. O texto objetiva a inclusão no rol de crimes hediondos a formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa, peculato, e os crimes contra licitações relativos a contratos, programas e ações nas áreas da saúde pública, educação e assistência social.

Cívico-militares
O MEC quer abrir mão de verbas e dobrar os gastos com o programa de escolas comandadas por militares. Os gastos com as escolas cívico-militares deverão sair de R$ 54 milhões em 2020 para R$ 108 milhões em 2021. A meta do governo é implantar 216 escolas nesse modelo até 2023. O Paraná tem quatro escolas cívico-militares.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.
 

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.