Itaipu e PTI recebem quase 600 projetos de extensão universitária

Edital prevê até R$ 24 milhões de investimentos em bolsas para iniciativas ligadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Apoie! Siga-nos no Google News

Lançado no dia 3 de maio, o Programa de Extensão Universitária para Sustentabilidade Territorial, fruto de parceria entre Itaipu Binacional e Parque Tecnológico Itaipu (PTI),  recebeu 573 inscrições, de 17 universidades públicas e institutos.

Leia também:
Prefeitura abre vagas de estágio com bolsa de até R$ 1 mil em Foz do Iguaçu

O balanço foi divulgado, nessa quinta-feira (6), pela diretoria brasileira de Itaipu, que disse que o volume de projetos recebidos superou as expectativas iniciais. O prazo para a submissão das propostas terminou na última terça (4).

No total, serão investidos R$ 24 milhões em bolsas para projetos de extensão universitária relacionados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Este financiamento, além de fomentar a pesquisa aplicada e o desenvolvimento de projetos de extensão, também aproxima as instituições de ensino superior das comunidades locais, promovendo a conscientização e ações práticas em relação aos desafios socioambientais”, afirma o diretor-geral brasileiro, Enio Verri, citado pela assessoria.

Conforme Itaipu, todos os 17 ODS foram contemplados nos projetos enviados, “refletindo um amplo comprometimento das instituições de ensino superior com a promoção da sustentabilidade em diversas áreas, como planejamento territorial, eficiência energética e agricultura sustentável”.

As cidades com mais envios são: Curitiba (61), Dourados (57), Foz do Iguaçu (46), Londrina (33) e Ponta Grossa (28).

A próxima fase é a de análise dos projetos, que ocorrerá até o dia 12 de julho, com a divulgação preliminar dos resultados prevista para 15 de julho. Serão destinadas mil bolsas a estudantes e professores envolvidos em 200 projetos selecionados.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.