“Sou uma pessoa indignada”, afirma Nelton Friedrich sobre a fome no país

O candidato a deputado federal foi entrevistado na série realizada pelo H2FOZ e Rádio Clube FM.

Apoie! Siga-nos no Google News

Candidato a deputado federal pelo PDT, Nelton Friedrich salientou que não é possível entender como 33 milhões de pessoas passam fome e 125 milhões estão em insegurança alimentar.

O ex-deputado federal Nelton Friedrich (PDT) foi o terceiro entrevistado, nesta sexta-feira, 12, na série de entrevistas com candidatos nas Eleições 2022, promovida pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Friedrich concorre a uma vaga de deputado federal. Ele destacou seu papel durante a Constituinte e ao longo dos 16 anos em que foi diretor de Coordenação de Meio Ambiente da Itaipu.

Friedrich lembrou sua trajetória política aos 25 anos, no período pré-ditatorial, e disse que está indignado com a situação atual do país, com o problema da fome, que afeta milhares de brasileiros. Defendeu a formação de frentes de trabalho, como modo de reconstruir o Brasil e possibilitar um amparo aos milhões de desempregados. Salientou que não é possível entender como 33 milhões de pessoas passam fome e 125 milhões estão em insegurança alimentar, sendo o Brasil o maior produtor de alimentos no mundo. “Não dá para ficar em casa”, afirmou, ao citar esses como os principais motivos para candidatar-se.

Acompanhe a entrevista:

O jornalista Alexandre Palmar e o radialista Moacir Júnior questionaram Friedrich sobre sua atuação na Itaipu. “Foram construídas mais duas turbinas, que são quase o valor de uma ponte. A dívida consumia 66% do orçamento. Não sobrava para pagamento de funcionários, investimentos e programas. Se a casa não tivesse arrumada, não teria conseguido fazer o que tem sido feito hoje. Ano que vem termina o endividamento. Vai sobrar um bi por país. Fizemos 180 eventos só sobre turismo. Trazer a Unila significou mais de 25 milhões por mês só no comércio”, frisou.

“A primeira grande iniciativa vai começar antes mesmo de o mandato ser exercido. Eleito, a primeira questão é ajudar articular para mexermos no orçamento que vai começar na nova gestão. Para compreendermos o que temos de fazer de emergência, e outro exemplo concreto, junto com isso, que é a questão da fome, é a geração de empregos temporários”, ressaltou Friedrich, sobre suas primeiras ações, se eleito for, ao Dois em Um, produção conjunta dos dois veículos iguaçuenses.

O candidato ponderou acerca do cenário atual e comentou sobre o fato de a Constituição sofrer frequentes remendos. “Esta é a melhor Constituição que o Brasil tem até hoje. Maior Constituição com a participação da sociedade brasileira, com emendas populares. Nela foi construído o conceito de salário mínimo. Temos o pior salário mínimo da história brasileira nos últimos 30 anos. Perdemos para a Venezuela. O salário mínimo é o motor de desenvolvimento interno do Brasil. Onde estão os deputados para fazer mudança na legislação tributária? Como é essa situação que os bancos deitam e rolam no Brasil?”, disparou Friedrich. 

Perfil

Nelton Friedrich é ex-deputado federal, ex-secretário de estado, ex-diretor da Itaipu. Nasceu em Sobradinho (RS). É formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Católica do Paraná. É filho de Carlos Friedrich e Helma Hilga Friedrich. Casou-se com Nara Sheila Friedrich, com quem teve três filhos.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. […] “Sou uma pessoa indignada”, afirma Nelton Friedrich sobre a fome no país […]

Comentários estão fechados.