Argentinos dão um “jeitinho”: viajam pelo Brasil depois de passar pela Ponte da Amizade

Pra passar pela Ponte da Amizade, trajeto dos argentinos que querem vir ao Brasil aumenta 4 horas e meia. Foto Marcos Labanca

O movimento já é de 30 a 40 pessoas por dia, segundo o jornal La Nación. Brasil ainda não autorizou acesso oficialmente.

Enquanto a burocracia brasileira nada faz, em reciprocidade à permissão que os brasileiros têm para entrar na Argentina, os argentinos que querem vir a destinos no Brasil já encontraram um “jeitinho”: entram no Paraguai e atravessam a Ponte da Amizade pra vir a nossas praias, que eles tanto gostam.

O jornal paraguaio La Nación noticia que o movimento já chegou, na semana passada, a 30 a 40 argentinos por dia, na Ponte da Amizade. Foi o que informou ao jornal Adrián Mieres, do Escritório de Migrações de Ciudad del Este.

Os argentinos chegam em seus próprios carros e 90% dos que saíram por Ciudad del Este tinham como finalidade passar férias em destinos turísticos brasileiros. Eles reclamaram, claro, de ter que somar muitos quilômetros à viagem.

DISTÂNCIA EXTRA

A página no Faceboook “A Auto a Brasil”, que reúne mais de 36,6 mil argentinos apaixonados por praias brasileiras, às quais eles preferem ir de carro, já traz a dica da entrada pelo Paraguai.

O problema é que os argentinos têm que ir até Posadas, atravessar para Encarnación, no Paraguai, e, de lá, percorrer 280 km (quase quatro horas e meia de viagem) para chegar a Ciudad del Este.

Alguns arriscam o trajeto curto, mas ainda ilegal. Uma família contou, na página do Facebook, que já está curtindo a praia de Garopaba, em Santa Catarina, depois de passar a fronteira de Paso de los Libres-Uruguaiana (RS). A família saiu de Mendoza.

Outros contam que foram de Paso de los Libres a Porto Alegre e dali escolheram seu destino praiano.

EXPECTATIVA

Há vários relatos. Mas a grande maioria dos participantes do grupo quer mesmo que o governo brasileiro autorize a entrada oficialmente, pra evitar problemas depois, tanto na saída do Brasil como no retorno à Argentina.

O que o governo brasileiro está esperando, ninguém sabe. Há até quem avente a hipótese de que aguarda as eleições parlamentares do próximo dia 14, na Argentina, decisivas para o governo do país saber se vai ou não continuar com maioria no Congresso.

Mas não tem nada a ver. É pura burocracia, mesmo.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1143 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.