Ciudad del Este inicia cruzada contra “folgados” no trânsito

Prefeitura criou até um WhatsApp para receber denúncias contra motoristas que estacionam em locais proibidos.

Apoie! Siga-nos no Google News

A prefeitura de Ciudad del Este está intensificando, nas redes sociais, o pedido para que a população colabore com a melhoria do trânsito no lado paraguaio da fronteira, evitando práticas como estacionar em locais proibidos e denunciando situações irregulares.

Leia também:
Rodovia das Cataratas terá trecho liberado em frente ao Hotel Carimã em Foz

Para tanto, foi criado um número no WhatsApp, no qual a Polícia Municipal de Trânsito (PMT) recebe fotos e vídeos enviados por cidadãos, demonstrando as irregularidades cometidas. O link para salvar o contato é o https://wa.link/khc5vz.

“Conforme a Lei Nacional de Trânsito n.º 5.016/14 e a Ordenança Municipal n.º 20/22, as sanções por infrações como estacionar em local proibido e obstaculizar a saída de ambulâncias chegam a G$ 1.030.000 [cerca de R$ 700] e a remoção do veículo para o pátio municipal”, informa a prefeitura, como mecanismo de dissuasão aos infratores.



Um dos problemas mais comuns é o estacionamento de veículos junto ao canteiro central das avenidas, visto com frequência na área central da cidade. Em setembro, tal prática gerou, até mesmo, uma briga de rua entre policiais municipais e agentes da Polícia Turística, após tentativa de remoção de um veículo pertencente a um policial.

Asfalto

Em paralelo, continuam as ações de tapa-buraco promovidas pela prefeitura de Ciudad del Este, em locais como a Rodovia PY02, no entorno da aduana paraguaia. Segundo o poder público, o cronograma inclui todas as vias que foram danificadas pelas chuvas das últimas semanas na região fronteiriça.

Tapa-buraco nas imediações da aduana paraguaia, Rodovia PY02. Foto: Gentileza/Prefeitura de Ciudad del Este
Tapa-buraco nas imediações da aduana paraguaia, Rodovia PY02. Foto: Gentileza/Prefeitura de Ciudad del Este
LEIA TAMBÉM