Convênio para ciclovia até as Cataratas é assinado do lado argentino

Obra ligará a rotatória de acesso a Puerto Iguazú à entrada do Parque Nacional Iguazú, em paralelo às rodovias 12 e 101.

Apoie! Siga-nos no Google News

O governo federal argentino e o governo da província de Misiones firmaram, nessa terça-feira (10), um convênio para colocar em prática a construção de uma ciclovia que fará a ligação da rotatória de acesso à cidade de Puerto Iguazú ao lado argentino das Cataratas, com traçado paralelo ao das rodovias 12 e 101.

Leia também:
Duplicação da Rodovia das Cataratas: consórcio sugere via alternativa para ciclistas

O acordo para a implantação do “Circuito Aeróbico Ñepyru Jeguata Iguazú – ciclovia e trilha de caminhada em Puerto Iguazú” foi assinado na capital da província, Posadas, com a presença do governador Oscar Herrera Ahuad e do ministro de Obras Públicas da Argentina, Daniel Katopodis.

De acordo com o documento, a esfera federal disponibilizará recursos para financiar o projeto, enquanto a província estará encarregada da parte técnica, com etapas como a elaboração da versão final do projeto e os licenciamentos ambientais correspondentes. O objetivo é dar início às obras ainda em 2023.

A distância entre o trevo de entrada de Puerto Iguazú e o Centro de Visitantes do Parque Nacional Iguazú é de 15,3 quilômetros, em trajeto considerado de baixa complexidade para ciclistas amadores. A intenção é implantar a ciclovia e a pista de caminhada na faixa de domínio das rodovias, minimizando impactos ambientais.

No lado brasileiro, o projeto de duplicação da BR-469, já em fase de execução, prevê a construção de ciclovia e espaços para a circulação de pedestres na área entre o atual Trevo da Argentina e a portaria do Parque Nacional do Iguaçu. No interior da unidade de conservação, já existe caminho exclusivo para bicicletas.

https://www.h2foz.com.br/category/geral/duplicacao-da-rodovia-das-cataratas-consorcio-sugere-via-alternativa-para-ciclistas/
LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.