Passagem do ônibus elétrico custará menos de R$ 3 no Paraguai

Prefeitura de Ciudad del Este confirmou que a cobrança começará no dia 18; pagamento será exclusivamente com cartão.

Apoie! Siga-nos no Google News

Rodando de forma experimental desde 21 de agosto, a frota de 20 ônibus elétricos da prefeitura de Ciudad del Este começará a circular, de modo efetivo, a partir da próxima segunda-feira (18). Durante o período de testes, os passageiros puderam utilizar os veículos sem cobrança de tarifa.

Leia também:
Ônibus elétricos começam a rodar em Ciudad del Este – veja as fotos

Do dia 18 em diante, o embarque nas duas linhas que conectam a área central da capital do Alto Paraná à região do km 7 será permitido apenas aos passageiros que pagarem a tarifa de G$ 4 mil (cerca de R$ 2,75) com o cartão Jaha, já à venda em diversos estabelecimentos do lado paraguaio da fronteira.

A lista completa de endereços está publicada no site da prefeitura de Ciudad del Este (clique aqui para ter acesso), no qual também é possível verificar os locais para recarga de créditos e os mapas dos itinerários disponíveis, com seus respectivos pontos de parada.



Com o início oficial da circulação dos ônibus elétricos, a administração do prefeito Miguel Prieto promete reduzir o tempo de espera nas duas linhas, dos atuais 30 para 20 minutos. O primeiro horário da manhã é às 4h20 (hora paraguaia), com recolhimento a partir das 21h (hora paraguaia).

Dos 20 veículos que foram comprados pelo poder público, 18 têm capacidade para 72 passageiros e autonomia de 240 quilômetros, com os outros dois, para 28 passageiros, registrando autonomia de 180 quilômetros. O custo de aquisição das unidades, fabricadas pela empresa chinesa Zhongtong Bus, foi de G$ 63,4 bilhões (R$ 45 milhões).

Além dos coletivos, foi construída uma estação para recarga rápida das baterias, ao lado do estádio Antonio Aranda Encina (3 de Febrero). Já os pontos de ônibus estão sendo sinalizados e padronizados, em trabalho ainda em fase de execução.

LEIA TAMBÉM