Pra variar, mais um brasileiro é vítima de golpe em loja de Ciudad del Este

Em menos de um mês, é a segunda vez que a loja tenta enganar turistas brasileiros. Foto Arquivo

Mais um turista brasileiro foi vítima da loja Electrónico Cell Atacado e Varejo, localizada no Shopping Alfonso, em Ciudad del Este.

O curitibano identificado como Hallyson Freitas Vasconcelos, de 42 anos, foi à loja para comprar um receptor de canal, especificamente da marca Xiaomi, pelo qual pagou R$ 800. Quando chegou em Foz, percebeu que o aparelho era de outra marca.

Ele voltou à loja para reclamar e exigir o produto pelo qual tinha pago, mas os vendedores se negaram a dar uma solução ao caso, como noticia o jornal La Clave.

Hallyson procurou a Polícia Nacional, que por sua vez reportou ao Ministério Público. Depois, agentes policiais foram à loja, onde foram recebidos pela proprietária, Natalia Pilonetto. Depois de uma conversa com os agentes, a comerciante devolveu o dinheiro ao turista.

Foi nessa mesma loja que, no início de abril, um turista de Maringá, Lucas Barattos Medina, foi logrado ao comprar um IPhone X, da Apple. Ele pagou R$ 3.300, mas depois foi perceber que não era um aparelho novo, e sim recondicionado.

Também precisou de ajuda da polícia também reaver o dinheiro.

O Shopping Alfonso é um dos locais onde há lojas que sofreram intervenção da Polícia Nacional do Paraguai, conforme registros de outubro de 2020 a 22 de fevereiro deste ano, por fraudes contra brasileiros.

Leia mais:

Polícia Nacional do Paraguai faz alerta e divulga lista de lojas que já lesaram turistas

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1055 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.