Drones reforçam a fiscalização ambiental em Foz do Iguaçu e região

Tecnologia é capaz de coletar fotos e vídeos detalhados com registro preciso de data e hora.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Instituto Água e Terra (IAT) na Região Oeste ganhou um grande reforço para o trabalho de fiscalização ambiental. Ao todo, 21 servidores dos núcleos da autarquia em Foz do Iguaçu e outras cidades se tornaram aptos para pilotar drones.

A ação é resultado de uma parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). A capacitação serviu para que os equipamentos possam ser utilizados para aprimorar as vistorias e licenciamentos ambientais do instituto.

Os drones são capazes de coletar fotos e vídeos detalhados com registros precisos de data e hora. “A previsão é que novos técnicos, de diferentes regionais do Estado, sejam treinados nos próximos meses”, informa a Agência Estadual de Notícias (AEN).

Um drone foi doado pela Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Assim, o IAT percebeu que apenas um servidor no núcleo possuía a qualificação para pilotá-lo, gerando a demanda da formação.

“Por ser uma ferramenta que ajuda a otimizar e reduzir os custos de ações de vistoria e mapeamento, achamos importante fazer o treinamento”, frisa o chefe do núcleo de Foz do Iguaçu do IAT, Carlos Antonio Pittom. “Fazer com que essa tecnologia chegue a mais pessoas com o objetivo de ampliar o raio de ação do IAT”, conclui.

Além do curso de pilotagem, é necessário habilitação na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). A agência também faz o registro dos drones em operação e concede autorizações para os voos.

Drones

A capacitação em drones foi realizada por meio do Curso e Oficina de Extensão – Noções Básicas de Voos com Drone, um programa de extensão do campus de Medianeira da UTFPR. As aulas aconteceram em Foz do Iguaçu, abordando temas como categorias e aplicações dos drones, solicitação dos registros da ANAC e prática de pilotagem.

(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.